A vacina da CanSino Biologics, que será usada como dose de reforço de emergência, recebeu sinal verde da administração de produtos médicos do país, disse a empresa em comunicado enviado à bolsa de valores de Hong Kong no domingo.

Após o anúncio, a cotação das ações da empresa subiu até 14% na bolsa de valores nesta segunda-feira e acabou a fechar em alta com 7,1%.

A vacina, que não requer injeção e é mais fácil de armazenar, será administrada por via nasal através de um aerossol.

"A aprovação terá um impacto positivo nos resultados da empresa se a vacina for posteriormente comprada e usada pelas agências governamentais relevantes", disse o comunicado.

Cientistas de vários países do mundo, como Cuba, Canadá e Estados Unidos, estão a trabalhar em vacinas que podem ser administradas pelo nariz.

Desde 2020, a China aprovou oito vacinas da COVID-19 desenvolvidas localmente, mas ainda não permitiu que vacinas estrangeiras sejam usadas em seu território.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.