Até o momento, a máscara já era usada nos transportes públicos. Agora, passa a ser obrigatória também no comércio para "proteger", sobretudo, os lojistas, alegou um dos adjuntos da prefeitura de Berlim, Andreas Geisel, em conferência de imprensa.

Votada nesta terça-feira pelo Senado de Berlim, a medida diz respeito à proteção de nariz e boca. Cachecóis também estão autorizados.

Os outros 15 estados regionais tomaram medidas similares na semana passada. Com esta decisão da capital, o uso de máscaras nas lojas torna-se obrigatório em todo país.

A autoridade sanitária alemã pediu nesta terça que a população se mantenha cautelosa diante da pandemia, em meio ao debate sobre uma aceleração do desconfinamento.

As autoridades de saúde da Alemanha pediram à população que mantenha a prudência, em pleno debate sobre a aceleração do desconfinamento e com dados díspares sobre a evolução da doença.

"Continuemos em casa na medida do possível, continuemos respeitando as restrições e mantendo uma distância de 1,5 metros entre nós", declarou o diretor do Instituto Robert Koch, responsável por controlar a evolução da pandemia na Alemanha, Lothar Wieler.

O responsável destacou que a evolução do vírus até agora na Alemanha representa um "êxito", com uma taxa de mortalidade muito inferior a outros países.

Mas Wieler pediu que os alemães não baixem a guarda e "defendam o êxito", perante a falta de paciência da opinião pública, que deseja um desconfinamento acelerado. Alguns estabelecimentos comerciais e escolas já foram reabertos.

"Não queremos que o número de casos aumente de novo de forma importante, como aconteceu há algumas semanas", advertiu Wieler.

Os últimos dados publicados pelo organismo não mostram uma evolução clara. O índice de infeção ou de reprodução, monitorado pelas autoridades, voltou a 1,0, de acordo com dados publicados na segunda-feira à noite pelo instituto.

Isto significa que cada doente contamina outra pessoa. O governo alemão e os virologistas destacam a importância de ter um índice inferior a um.

A Alemanha contabiliza 158.768 casos de infeção pelo novo coronavírus e 6.136 óbitos, o que presenta uma taxa de mortalidade  de 3,8%.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.