Imagine como seria o seu dia
de trabalho se, a meio da tarde,
pudesse fazer uma pausa
para praticar uma sessão de
exercícios. Mais do que diferente, seria,
certamente, muito mais saudável e
motivador!

A ginástica laboral, um conceito
inovador que oferece programas
de exercícios adaptados ao local de
trabalho, permite precisamente isso.

Este serviço, já implementado em empresas em várias partes do mundo, possibilita que os funcionários pratiquem exercício físico durante o horário
laboral. Aqui na redação da revista Saber Viver não resistimos
à curiosidade e resolvemos agendar
uma aula, para a qual convidámos outros colegas da empresa. Acompanhe-nos...

Exercícios relaxantes

Na ginástica laboral,
treinamos com o que
temos vestido e calçado,
seja saia ou calças, sapatos
rasos ou saltos altos.
Isto porque não se trata
de uma aula de fitness,
mas de simples exercícios
de alongamentos e de
compensação muscular
que visam sobretudo
prevenir eventuais lesões
relacionadas com o trabalho.
Para nós, jornalistas,
que passamos horas
sentados à secretária,
adequam-se na perfeição.

Aula divertida

Sob a orientação do
professor, fazemos uma
sequência de exercícios
que alongam os músculos
e confortam o corpo. Rapidamente,
percebemos
que as tensões musculares
se dissipam, à medida
que executamos cada
exercício. Começamos
por fazer alongamentos
com um balão na mão
que testa a nossa perícia
e capacidade de concentração.
Depois, seguem-se
os divertidos exercícios a
pares que exigem coordenação
de movimentos.

Pausa revitalizante

A capacidade de concentração
exigida pelos
exercícios, combinada
com a sensação de
relaxamento que proporcionam,
tranquilizam
corpo e mente. Sinto-me
renovada e pronta para
responder aos desafios
que ainda me esperam
naquele dia. No regresso
a casa, senti o corpo mais
leve e o desconforto
habitual, de quem passou
horas consecutivas
sentada à secretária, tinha
desaparecido.

Pronta para começar?

As sessões
de ginástica
laboral consistem
em exercícios de
alongamentos,
relaxamento e
compensação
muscular,
realizados no
próprio local de
trabalho, durante
o horário laboral.
As aulas podem
variar entre uma
a cinco vezes por
semana e cada
sessão tem uma
duração média
de 15 minutos.


Habitualmente,
usam-se materiais
auxiliares como
bolas, balões,
cordas ou bastões,
além de música
e jogos lúdicos
que reforçam o
espírito de grupo
e proporcionam
momentos de
descontração.

4 exercícios para pôr em prática à secretária

Faça os exercícios que se seguem, pelo menos, duas vezes por dia. Permaneça em cada posição 15-20 segundos e repita três vezes.

1. Flexão
do tronco

Este exercício é ideal para alongar
a região lombar e
cervical e aliviar
as tensões sobre a
coluna vertebral.
Com
as pernas afastadas
à largura dos
ombros, coloque as
mãos entrelaçadas
na nuca e com
os cotovelos
próximos um
do outro, flita o
tronco à frente.

2. Alongamento dos glúteos

Este exercício é indicado para aliviar
as tensões e
diminuir a pressão
sofrida pelos
glúteos.
Para o executar, cruze a perna
direita sobre a
esquerda e com a
mão esquerda no
joelho direito, puxe
a perna para o lado
esquerdo e rode o
tronco para o lado
oposto. Repita o
exercício com a
perna esquerda.

3. Alongamento dos ombros

É ideal para diminuir o
desconforto e as
dores nos ombros.
Sentada na cadeira,
estenda o braço
direito para
a frente e com
a mão esquerda
no cotovelo
direito, pressione
o braço direito
contra o peito.
Repita o exercício
com o braço
esquerdo.

4. Alongamento do antebraço

É uma boa forma de combater
eventuais
lesões derivadas
dos esforços
repetitivos da
digitação.
De pé, em frente à
secretária, estenda
os braços em
direção ao chão,
apoie as palmas
das mãos na mesa
e incline o tronco
devagar para a
frente.


Veja na página seguinte: 2 exercícios que não exigem esforço

2 exercícios sem esforço

Com uma folha de papel

Antes de deitar uma folha para o
lixo, aproveite-a para exercitar os
músculos das mãos.
Dobre uma folha A4
ao meio e tente passá-la por todos
os dedos. De seguida, amasse o papel
com as duas mãos, de modo a formar
uma bola com pequenos picos, e
enrole-a entre as palmas das mãos.
Os picos da bola de papel vão ativar
a circulação sanguínea nas mãos.

Enquanto se espreguiça

Nos dias em que estiver mais
ocupada, dedique alguns segundos
para espreguiçar-se.

Os seus
músculos agradecem.
Na sua cadeira, sente-se um pouco mais para a frente e
encoste-se atrás, apoiando a cabeça
no encosto da cadeira. Estenda as
duas pernas à frente, olhe para cima,
eleve os braços acima da cabeça e
espreguiçe-se.

Os 10 benefícios da ginástica laboral

Estes são os motivos por que há cada vez mais especialistas a recomendá-la:

1. Reduz os níveis
de stress, sedentarismo,
depressão
e ansiedade.


2.
Diminui os episódios de
tendinites e de outras
lesões musculares,
relacionadas com
tarefas repetidas e más
posturas.


3.
Previne estados de
desconforto
e dor originados por
movimentos repetitivos.


4.
Aumenta
a concentração
nas atividades
desempenhadas.

5. Melhora a postura
e a consciência corporal.


6.
Melhora a flexibilidade
músculo-articular
e a coordenação.


7.
Quebra a rotina
e aumenta a motivação.


8.
Melhora as relações
interpessoais e do
trabalho em grupo.


9.
aumenta os índices
de produtividade.


10.
Promove um estilo
de vida mais ativo.

Texto: Sofia Cardoso com Fernando Lopes (professor de ginástica laboral e sócio-gerente da Healthy Genaration)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.