Arrancou o Prémio Ecotrophelia Portugal 2024 que desafia jovens universitários a desenvolverem um produto alimentar eco-inovador, sustentável, com o objetivo de promover a inovação, o empreendedorismo e a competitividade no setor agroalimentar. O período de candidaturas decorre até 22 de maio. Até lá, equipas multidisciplinares, compostas por estudantes e investigadores do sistema científico e tecnológico nacional, podem apresentar as suas propostas de projetos no site do prémio. Os produtos finalistas serão apresentados na Competição Nacional e o vencedor representará Portugal, a nível europeu.

“O produto alimentar a desenvolver deverá ser inovador e sustentável desde o conceito, passando pela formulação, modo de produção, packaging e pela estratégia de marketing e comercial, sem esquecer as dimensões nutricional e sensorial”, sublinha a organização do Prémio Ecotrophelia, a PortugalFoods.

O que procuram os consumidores? 10 tendências na alimentação que vão dar que falar
O que procuram os consumidores? 10 tendências na alimentação que vão dar que falar
Ver artigo

Na edição passada, o grande vencedor foi a equipa Spirulife, constituída por estudantes de Biotecnologia Alimentar da Universidade de Aveiro, que deram a conhecer e deliciaram o júri do Prémio com seus gressinos verdes e em espirais, que unem brócolos, spirulina (microalga rica em proteínas, vitaminas e antioxidantes) e flor de sal de Aveiro, incorporando igualmente sementes de chia. “Os Spirulos, 100% veganos, saudáveis e preparados no forno, aproveitam o brócolo na totalidade, evitando o desperdício alimentar, e o seu processo industrial tem preocupações de sustentabilidade, utilizando menos água na confeção – fatores que pesaram na escolha do júri”, lemos no comunicado que anuncia o lançamento da nova edição do Prémio Ecotrophelia.

Ao longo do processo, os participantes terão a oportunidade de aceder a uma formação de 12 horas para o desenvolvimento do projeto e respetivo plano de negócios, fruto de uma colaboração entre a organização europeia e o EIT Food. O curso já se encontra disponível no site do Ecotrophelia Portugal.

Deolinda Silva, Diretora Executiva da PortugalFoods, refere: “O prémio ao criar uma relação entre a academia e a indústria agroalimentar, tem tido o grande mérito de dar palco à criatividade e à visão dos mais jovens, que desafiam o setor com as suas ideias e os seus valores. A sustentabilidade, o ambiente, a inovação, a saúde e o bem-estar são temas prioritários para as novas gerações que olham para a alimentação também como uma forma de mudar o mundo. Essa vontade de transformação é vital para garantir a competitividade da indústria e ambicionamos trazer, cada vez mais, esta inovação para o mercado.”

Esta será a oitava edição do Ecotrophelia em Portugal, organizada desde 2017 pela PortugalFoods e que conta com o apoio de diversas entidades do setor agroalimentar. A nível europeu, este concurso acontece desde 2008, tendo mobilizado mais de 4.000 estudantes e 500 instituições de ensino, resultando no desenvolvimento de mais de 860 produtos alimentares eco-inovadores, dos quais mais de cem foram industrializados ou comercializados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.