Chama-se agora apenas “Olivier”, para assinalar o mais antigo espaço de Olivier da Costa, um dos mais prestigiados restaurateurs portugueses e um chef com mais de 20 anos de sucesso na capital portuguesa.

"Queria um espaço mais pop, mais moderno, onde os clientes pudessem comer uma ótima entrada e beber um bom vinho no bar ou ficar para jantar", explica o chef Olivier. "Aqui o cliente pode jantar por 40 ou por 3.000 euros", acrescenta.

No centro de Lisboa, no AVANI Avenida Liberdade Lisbon Hotel, e com uma decoração elegante e romântica - que ficou a cargo do chef e da irmã -, esta é "a casa do Olivier", o espaço requintado que reflete o ambiente trendy e cosmopolita da cidade. O espaço inclui ainda uma nova esplanada ideal para fins de tarde quentes.

Nova carta

A irreverência de Olivier pode encontrar-se sobretudo na carta, que desvenda os tradicionais pratos da cozinha contemporânea de Lisboa, com o famoso twist do chef. É possível encontrar a experiência de conhecidos pratos criados por Olivier, que surpreendem pela sofisticada seleção de sabores, com destaque para o "Polvo grelhado VS bacalhau (em que o arbitro é o ovo)" ou a "Massa da minha tia Carolina". Além destas originais denominações, foram acrescentados uns carpaccios frescos e leves, saladas, massas e risotos repletos de novidades como o queijo da ilha, os espargos verdes, ou a trufa preta.

As entradas duplas para partilhar são outras das novidades da carta, que introduz o conceito de food sharing. "Cogumelos Portobello recheados com espargos verdes e gorgonzola", "Croquete de morcela e rabo de boi com Dijon doce e maçã verde" ou "Niguiri de salmão marinado com salada polaca" são algumas das opções para dividir a dois.

A carta de vinhos também se apresenta multifacetada, com dezenas de opções nacionais e internacionais para todos os gostos.

Pela sua localização, o “Olivier” torna-se um espaço de referência para o chamado almoço rápido, com toda a sofisticação que uma refeição ligeira possa oferecer, num espaço pensado também para reuniões de negócios de clientes apreciadores de constante inovação na confeção dos pratos. À noite, e já sem a luz natural refletida nos tons do espaço, o “Olivier” convida a jantares de grupos, ou mais intimistas, no interior ou na esplanada.

"Sou por natureza um criativo. Inovar e surpreender os meus clientes é um desafio que imponho a mim próprio. Esta nova carta é, por isso, um desafio gastronómico, onde a autenticidade da cozinha Olivier se alia a um espaço que foi concebido para criar uma experiência dos sentidos, para que cada cliente possa aqui desfrutar de uma experiência irrepetível", afirma Olivier da Costa.

Ainda no mês de maio, vão ser leiloadas algumas das mais emblemáticas peças retiradas do antigo restaurante e o valor angariado será entregue a uma instituição de solidariedade social.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.