O tema do novo menu no Monkey Mash foi batizado de “Unknown Flow” com cada cocktail a emparelhar dois ingredientes principais: um bem conhecido – o flow – outro desconhecido – o unknown. “O mais surpreendente vai ser a combinação de ingredientes. Um exemplo: o cocktail In The Dark tem morango, um fruto comum, mas também arroz negro, mais invulgar”, explica Paulo Gomes, um dos bartenders mentores do projeto Monkey Mash.

Contas feitas, o novo menu apresenta 16 novos cocktails, acrescido de um cocktail que permanece do menu anterior. A inspiração continua a remeter para o continente asiático, mas com detalhes de outras culturas (Médio Oriente, México). “Nos menus anteriores exploramos a América do Sul, pelo que neste decidimos fazer um desvio para a Ásia e para a diversidade de sabores que esta zona nos permite explorar em termos de cocktails”, acrescenta Paulo Gomes.

Morango com arroz negro, um dos casamentos inesperados dos novos cocktails do Monkey Mash
créditos: Tiago Maya

Acompanhando o que se passa no resto do mundo, a preocupação com a sustentabilidade e o desperdício também existe no mundo da cocktelaria. Daí o sucesso do “Flashy Flashy”, o único cocktail que permaneceu do menu anterior. “É zero waste e o nome é provocatório. Remete para uma preocupação cada vez mais transversal em todas as áreas”, refere Paulo Gomes.

Em termos de tendências, Paulo aponta a simplicidade: “nada de copos muito rebuscados nem demasiados elementos decorativos nas bebidas”. Algo que sempre esteve na essência do Monkey Mash foi a associação à arte pelo que este menu ficou a cargo de Mayüka, fotógrafo e amigo da casa. “Este menu pode ser lido da forma tradicional, com a escolha feita com base nos ingredientes, ou apenas através da ilustração, o que constitui um elemento de surpresa para o cliente. Temos muitos clientes a optar pela segunda opção, que prova a confiança que têm em nós e justifica o facto de serem frequentadores recorrentes do nosso espaço”, remata Paulo.

Monkey Mash

Praça da Alegria, nº 66B, Lisboa

Horário: terça-feira a sábado das 18h00 à 1h00

Numa sala que se tornou mais pequena e acolhedora, com a presença do bar Red Frog numa zona paralela deste espaço, há apenas lugares sentados e podem acompanhar-se os cocktails com petiscos do mundo – guacamole, húmus, quesadillas, tempura, tacos – e ouvir-se boa música, de preferência na companhia de quem faz da partilha modo de vida.  É este o mote para saborear os “novos fluxos” de cocktails do Monkey Mash.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.