“O Plano Detox de Açúcar” (uma edição Vogais) abre com uma nota de alerta. “De acordo com a National Diet and Nutrition Survey, um adulto normal britânico (entre os 19 e os 64 anos) consome 59 g de açúcar por dia, uns impressionantes 21,5 kg por ano”. Os efeitos nefastos deste “veneno”, a curto, médio e longo prazo tornam-se evidentes: Aterosclerose, problemas digestivos, hipertensão, depressão; diabetes tipo 2, problemas dentários e de pele, queda de cabelo, distúrbios da tiróide, citando apenas alguns dos malefícios do açúcar.

O doce está presente nas nossas vidas desde o início, no leite materno. Mais tarde vamos encontrá-lo em alimentos insuspeitos, como as massas. Quando percebemos estamos viciados. Isto porque os nossos sistemas orgânicos estão programados para desejar o doce, dizem-nos os autores de “O Plano Detox de Açúcar”.

No presente título, a equipa de especialistas apresenta um plano para o leitor se libertar do açúcar, vencer a ressaca e viver sem dependência. Médicos e um chefe de cozinha apontam um caminho baseado em três etapas.

Sumos: De zero açúcar processado aos pós açucarados há um mundo a separá-los
Sumos: De zero açúcar processado aos pós açucarados há um mundo a separá-los
Ver artigo

O livro inclui um guião com os açúcares alternativos, dezenas de conselhos e muitas receitas sem o “doce veneno”, saudáveis e deliciosas, para ajudar a começar: Sumos e smoothies, pequenos-almoços, sopas; pães; snacks e saladas, pratos principais, condimentos, sobremesas.

“O Plano Detox de Açúcar” chega às livrarias com o preço de 16,99 euros.

Aqui encontra os primeiros capítulos do livro.