Vamos fazer contas. Para obtermos um bolo-rei de dimensões apoteóticas precisamos de juntar mais de 100 quilos de farinha a 50 quilos de frutos secos e de frutas cristalizadas. Adicionamos perto de 40 dúzias de ovos, duas dezenas de quilos de açúcar, mais 14 quilos de margarina e um generoso quilo e meio de sal e outro tanto de fermento.

O resultado é um bolo com 150 metros de comprimento, confecionado pela pastelaria Loulé Doce, e que vai estar exposto para ver e degustar na Avenida  José da Costa Mealha, em Loulé. A partir das 17h00 de Dia de Reis, 6 de janeiro, todos aqueles que se deslocarem àquela artéria da localidade algarvia vão poder provar o bolo-rei.

O “Bolo-Rei em 5 minutos” explicado pela chefe de pastelaria Rita Nascimento
O “Bolo-Rei em 5 minutos” explicado pela chefe de pastelaria Rita Nascimento
Ver artigo

Uma festa que vai pedir pé de dança com a animação musical entregue aos grupos Charola das Barreiras Brancas e Charola da Casa do Povo de Santa Catarina da Fonte do Bispo.

O bolo representa os presentes que os três Reis Magos deram ao Menino Jesus aquando do seu nascimento: a côdea simboliza o ouro; as frutas cristalizadas e secas representam a mirra; e o aroma do bolo simboliza o incenso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.