O Foodtopia arranca a 2 de julho, em Belém, no Jardim Botânico Tropical da Universidade de Lisboa, com nomes incontornáveis e estrelados da gastronomia mundial, entre eles o chef brasileiro Alex Atala (DOM**, Brasil), embaixador do festival, e nacional como Rui Paula (Casa de Chá da Boa Nova**, Porto), Alexandre Silva (Loco*, Lisboa), Manuel Maldonado (chef executivo 100 Maneiras*, Lisboa), Pedro Almeida (Midori*, Lisboa), Henrique Sá Pessoa (ALMA**, Lisboa), Hans Neuner (Ocean**, Porches), Gil Fernandes (Fortaleza do Guincho*, Guincho), Louis Anjos (Al Sud*, Lagos), Rui Silvestre (Vistas Rui Silvestre*, Vila Nova de Cacela), Tiago Bonito (Largo do Paço*, Amarante), Vincent Farges (Epur*, Lisboa) e David Jesus (sous chef Belcanto**, Lisboa).

É também muito o jovem talento nacional representado por protagonistas da nova cozinha portuguesa, como é exemplo Alana Mostachio, Bernardo Agrela, Filipe Ramalho, Alessandra Borsato, Nikita Polido, Angélica Salvador, Leonor Godinho ou Marcella Ghirelli. No alinhamento constam ainda chefs de renome como Marlene Vieira, António Galapito, Hugo Brito, Rodrigo Castelo ou Michele Marques. Todos eles fazem parte de um elenco sem precedentes num evento gastronómico em Portugal.

Foodtopia, o festival internacional em Lisboa que convida mais de 50 chefs e 13 restaurantes Michelin
Ana Moura. Amuse Bouche

O Foodtopia traz também a participação especial, a 3 de julho, de três instituições gastronómicas portuguesas: Cervejaria Ramiro, Solar dos Presuntos (chef Hugo Araújo) e Mugasa (chef Ricardo Nogueira), que irão servir alguns dos best sellers que os tornaram icónicos.

Além dos chefs que trazem na bagagem a cozinha das várias regiões portuguesas, o Foodtopia recebe também alguns chefs e cozinheiros que vão apresentar sabores de algumas das comunidades mais representativas no país. É o caso de Dulce Silva, que traz especialidades da Guiné-Bissau, de Eleutério Assunção com as de São Tomé e Príncipe e de Sheila Abreu, que vai servir um prato típico de Moçambique. De Angola, vem o jovem Helt Araújo, um dos mais destacados do país, e Tony Fox que traz o seu restaurante Fox Coffee "O Rei da Cachupa" a Belém. Vão servir pratos tradicionais, mas também uma nova visão sobre a cozinha e os ingredientes africanos.

Foodtopia, o festival internacional em Lisboa que convida mais de 50 chefs e 13 restaurantes Michelin
Helt Araújo Amuse Bouche

Integrado na programação da Temporada Cruzada Portugal-França 2022, e com França como país convidado, o Foodtopia apresenta a Rua da França: a ala exclusivamente dedicada ao país que fez nascer a haute cuisine. Aqui mostra-se a garra da nova geração de cozinheiros franceses e dos protagonistas da cozinha clássica francesa, alguns deles residentes em Portugal, outros com raízes e fortes influências lusófona. São eles Jean-Luc Damieux-Verdeau, Jessica Giovanini, Aaron Rosenthal, Natalie Castro, Julien Montbabut e Joana Thöny Montbabut, Vincent Farges, Frederic Breitenbucher e André Lança Cordeiro.

Foodtopia, o festival internacional em Lisboa que convida mais de 50 chefs e 13 restaurantes Michelin
Alessandra Borsato. Amuse Bouche

Histórias sobre a relva

Como e quando foi feito o primeiro pão da humanidade? A que cheiram os óleos essenciais de citrinos raros? E o que tem a poesia a ver com comida? Deitados na relva, à sombra de árvores raras e centenárias ou rodeados de pavões, os visitantes poderão pôr-se à escuta destas e muitas outras histórias e curiosidades, no Palco dos Storytellers, todos os dias entre as 14h30 e as 19h00.

Mais de 50 chefs marcam presença na primeira edição do Festival Internacional de Cozinha de Rua de Lisboa
O chef brasileiro Alex Atala é o primeiro embaixador do evento. créditos: Amuse Bouche

Por este palco vão passar storytellers como Mário Rolando e a “História do Pão” (dia 2), Aidan Cave com “O misterioso mundo dos Citrinos” (dia 2 e 3), Alex Atala e “As formigas e outros tesouros da Amazónia” (dia 2 e 3), Ana Vidal, Henrique Sá Pessoa e a Joana Barrios e “A Poesia da Comida” (dia 2), e Marko Kovack (dia 3), diretor do maior festival de vinhos naturais da Europa, o Karakterre, que vai partilhar alguns dos segredos dos vinhos naturais. Joana Barrios, que é mulher dos sete ofícios e uma cozinheira apaixonada e de mão cheia, também irá partilhar as suas aventuras no restaurante da sua família.

Malabaristas, músicos e artistas

Figuras misteriosas, seres do mar, acrobatas, árvores falantes e marionetas andam à solta pelo jardim, numa programação temática a cargo do Manicómio, da Companhia XPTO e do Grupo Byfurcação, com arte, teatro itinerante e sessões interativas de marionetas para as crianças, ao longo dos dois dias do festival. Domenico Lancellotti traz o Cor-tejo, a banda electrónica e experimental com “instrumentos geringonça” que o conhecido músico brasileiro criou em exclusivo para o Foodtopia. A música continua no final de cada dia com DJ sets de Mary B e Fernando Alvim, no sábado e no domingo, respectivamente, das 19h00 às 22h30.

O Foodtopia é uma criação Amuse Bouche. A entrada no recinto custa 10 euros (gratuita para crianças até aos 12 anos) e os pratos têm o preço único de 6 euros — os bilhetes estão à venda na plataforma 3cket.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.