Por um lado, se a gastronomia portuguesa é algo que deve ser valorizado e preservado, por outro lado, o estilo de vida atual impõe uma atualização natural da mesma. Isto sem colocar em causa a identidade das receitas. O livro “Tradicional e Saudável” (edição Marcador) pretende exatamente ir ao encontro desta necessidade de conciliar os pratos do receituário nacional e a sua confeção nutricionalmente mais equilibrada.

Com base em conhecimentos científicos na área da nutrição e em conhecimentos técnicos de preparação e confeção dos alimentos, o nutricionista João Rodrigues, o chefe de cozinha Rui Paula e a bióloga Catarina Correia, propõem uma revisitação de alguns dos pratos mais tradicionais da gastronomia portuguesa.

Os autores desta obra de 80 páginas, onde não faltam receitas com enchidos, frituras, sobremesas, entre outras sugestões, tiveram a preocupação de melhorar a composição nutricional por dose, tanto do ponto de vista calórico como em relação ao teor dos diferentes nutrientes.

Trata-se por isso de dar um cunho mais atual a pratos que fazem parte da vida dos portugueses há muitas gerações, no que respeita aos sabores, texturas, combinações e porções, com o objetivo de os tornar mais ajustados ao estilo de vida atual, mas sem nunca colocar em causa a sua identidade/autenticidade das receitas. Na prática, a intenção dos autores não é modificar radicalmente a gastronomia portuguesa, antes transformar as receitas tradicionais em opções que se podem comer “sem culpa”.

Dois chefes de cozinha e um nutricionista para tornarem a nossa cozinha tradicional mais saudável
créditos: Marcador

 João Rodrigues é licenciado em Ciências da Nutrição e em Bioquímica, doutorado em Ciências Biomédicas e possui agregação em Medicina Dentária. É docente do ensino superior e exerce prática clínica como nutricionista em Viana do Castelo, Ponte de Lima e Caminha. É ainda autor do blogue Mundo da Nutrição e da rubrica diária Dicas de Nutrição na Rádio Geice (rádio de Viana do Castelo).

Rui Paula nasceu no Porto, em 1967.  Em 1994, abriu o seu primeiro restaurante, Cêpa Torta, em Alijó, que manteve até 2010. Inaugurou o restaurante DOC em 2007, na Folgosa, no coração do Douro vinhateiro, e, três anos depois, abriu as portas do restaurante DOP, no Palácio das Artes, no centro histórico do Porto. Entre 2011 e 2016, exerceu funções como chefe consultor do Hotel Vidago Palace. Depois de um período no Brasil, com um restaurante em Recife, Rui Paula regressou a Portugal para integrar, em 2014, o júri do MasterChef Portugal. Na época, abriu um novo restaurante em Leça da Palmeira, Casa de Chá da Boa Nova, considerado monumento nacional desde 2011 e distinguido com duas estrelas Michelin.

Natural do Porto, Catarina Correia é bióloga de formação, especializada em biologia animal. Aos 25 anos, resolveu apostar na sua outra grande paixão, a gastronomia, e completou o Grand Diplôme da prestigiada escola Le Cordon Bleu, em Londres, onde viveu experiências altamente formativas em restaurantes com estrelas Michelin, sendo um deles do chefe Gordon Ramsay. Mais tarde, regressou às suas raízes, ao Porto e ao Norte, onde trabalha há 12 anos com o chefe de cozinha Rui Paula, na Casa de Chá da Boa Nova.

O livro chega aos escaparates com o preço de 16,90 euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.