Em Tomar, séculos de experiência doceira nasceram no recato das cozinhas conventuais, prolongando-se pelos autênticos laboratórios de sabores que são as actuais pastelarias.
A cidade do rio Nabão dá a provar, em dezena e meia de pastelarias, até 31 de Março, as fatias de Tomar, os beija-me depressa, os beijinhos de Tomar, os bolos de cama, as broas doces dos Santos, as velhozes, os coscorões ou fofinhos. Entre queijadas várias, tigeladas e pastéis, há uma cornucópia de sabores, incluindo queijinhos doces, lampreias e castanhas, ambas de ovos.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.