São 34 pequenos e grandes produtores do Dão que viajam até Lisboa para darem a conhecer à capital os seus néctares. Através dos tintos, brancos, rosés e espumantes das sete sub-regiões do Dão - Alva, Besteiros, Castendo, Serra da Estrela, Silgueiros, Terras de Azurara e Terras de Senhorim.

No Dão Capital os participantes vão poder contar com outras iguarias, como o Queijo Serra da Estrela e enchidos da região.

Pela primeira vez, o Dão Capital rende-se ao copo de vinho inteligente – o gadget que regista as preferências do consumidor. O copo de vinho simplifica a vida de todos, uma vez que deixam de ser precisos blocos de notas e máquinas fotográficas para anotar todas as informações sobre os vinhos favoritos.

No início do evento é realizada a identificação de cada visitante através da associação ao chip incorporado no copo de vinho. Depois, o enófilo só tem que passar o seu copo nos dispositivos dos 34 produtores e ficam automaticamente registadas as suas preferências. No final do evento, é enviado a todos os participantes um sumário dos vinhos selecionados, respetivas características e pontos de venda. O copo de vinho vai estar disponível por 3,00 euros.

dão

No Dão Capital, os visitantes vão poder participar, de forma gratuita, nas provas comentadas agendadas para os dois dias. Na sexta-feira Luís Lopes vai ser o anfitrião das provas “A Frescura do Encruzado” (16h00) e “Arte do Lote” (18h00), e, no sábado, das provas “O Perfume da Malvasia Fina” (16h00) e “Dão de Platina” (19h00), com os três vinhos premiados no concurso Dão de 2018.

Ainda na sexta-feira, João Paulo Martins lidera as provas “O Renascido Jaen” (17h00) e “Dão com idade” (19h00). No dia de sábado, além das provas com Luís Lopes, sobe a palco também Valeria Zeferino, para as provas “A sublime Touriga Nacional” (17h00) e “Estórias que a vinha antiga conta” (19h00). A participação nas provas comentadas está sujeita a inscrição, no próprio dia do evento.

Para Arlindo Cunha, presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR Dão), não há desculpas para não passar pelo evento: “o Dão é uma região muito especial que este ano celebra os 110 anos como Região Demarcada. Os nossos produtores dedicam-se de corpo e alma para produzir e servir vinhos de excelência e temos, sem sombra de dúvidas, alguns dos melhores produzidos em Portugal”.

Para os interessados fica a lista completa dos produtores presentes no evento:

Adega Cooperativa de Mangualde

Adega de Penalva

ALLGO

Antonio Madeira

Boas Quintas

Cabriz

Caminhos Cruzados

Casa da Carvalha

Casa da Ínsua

Casa da Passarella

Casa de Santar

Casa de São Matias

Julia Kemper Wines

Ladeira da Santa

Lusovini/Pedra Cancela

Madre de Água

Quinta da Alameda

Quinta da Fata

Quinta da Ponte Pedrinha

Quinta das Camélias

Quinta das Estrémuas

Quinta das Marias

Quinta de Santo António

Quinta do Carvalhão Torto

Quinta do Cerrado

Quinta do Margarido

Quinta do Ribeiro Santo / Carlos Lucas

Quinta dos Monteirinhos

Quinta dos Três Maninhos/Palwines

Quinta Vale do Cesto

Quintas de Sirlyn

Quinta Mendes Pereira

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais est�o nas notifica��es do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.