O tema “’Conexão Africana’ é uma oportunidade para aprender mais sobre a riqueza das pessoas, da gastronomia e da cultura daquele continente. Para apresentar, debater, degustar e fomentar um papel de maior reconhecimento dos profissionais, dos produtos e tradições do grande continente”, sublinha a organização da 18.ª edição do Congresso dos Cozinheiros, as Edições do Gosto.

Para Paulo Amado, fundador do Congresso dos Cozinheiros, ir ao evento “é uma oportunidade de conhecer melhor a rica herança cultural africana e a sua importante presença na cozinha portuguesa e internacional. É relevante para ficarmos a conhecer pessoas que têm uma ação social impactante através do seu trabalho no mundo da gastronomia. Interessa-nos um mundo mais equilibrado e justo, para todos, independentemente da sua origem, sexo ou idade”.

Entre os oradores confirmados 25 e 26 de setembro, nos Nirvana Studios, em Oeiras, destaque para a presença de Fatmata Binta (natural da Serra Leoa, é uma chefe de cozinha nómada e embaixadora da cozinha da tribo Fulani. Em 2021 foi galardoada com o prémio The Best Chef Rising Star pela The Best Chef Awards); Sheree Williams (norte-americana, fundadora e diretora executiva da organização The Global Food and Drink Initiative e editora da Cuisine Noir Magazine); Najat Kaanache (cozinheira basca de San Sebastián de origem marroquina e proprietária do restaurante Cús, na cidade do México e de seis espaços na medina de Fez, incluindo o Nur, distinguido como o Melhor Restaurante de África e o Melhor Restaurante Marroquino do Mundo em 2017 pela World Luxury Restaurant Awards); e Jeny Sulemange (cozinheira moçambicana da região de Nampula, lidera o conhecido restaurante Cantinho do Aziz, em Lisboa.  É autora de um livro de receitas e a protagonista de uma série documental na Amazon Prime, onde apresenta as suas viagens pelo mundo, com destaque para os sabores e convidados de raiz africana e portuguesa).

Confirmados estão também, entre outros, João Carlos Silva (chef Roça São João dos Angolares, São Tomé e Príncipe), Helt Araújo (chef Flor do Duque, Luanda), António Belotti (chef Grupo 887, San Sebastian), Marlene Vieira (chef Marlene, Lisboa) João Sá (chef Sála, Lisboa) Carlos Coelho (fundador Ivity Brand Corp, Lisboa), João Viegas (chef Atlântico – Vila Vita Parc, Porches), Pedro Abril (chef Musa da Bica, Lisboa), Rodrigo Castelo (chef Ó Balcão, Santarém), Teresa Castro (chef Sambo de Castro, Lisboa), Joana Duarte (Formadora na EHT Setúbal), Nikita Polido (chef Celmar, Meco), José Júlio Vintém (chef Tombalobos, Portalegre), Vítor Adão (chef Plano e Planto), Fátima Lopes e Hélio Loureiro (embaixadores da Carne de Coelho Europeu), Miguel Rocha Vieira (chef de cozinha), Liliana Abreu (chef Kampo, Madeira)  e Vladimir Veiga (chef LAB, Lisboa).

Diferentes palcos para diversas atividades

Quanto à ação do evento, esta vai dividir-se entre o “Palco Inter” onde vão decorrer as conversas e as apresentações, o “Palco Produto” dedicado a demonstrações de cozinha e produtos com degustação, o “Palco Nós as Pessoas” focado em conversas sobre a importância do bem-estar mental na restauração, o “Palco Música” dedicado a atuações musicais da Orquestra Batukadeiras, de Lindú Mona e de Kriol, a área de exposição onde será possível conhecer as novidades de produtos e equipamentos de cozinha e a área de alimentação onde se vão degustar as iguarias de chefs convidados como Cachupa do mar, Tripas à moda do Porto, Salmão do Alasca, Pudim do Marquês, Mousse de chocolate com cebola, Carne Arouquesa, Arroz de coelho e Moamba de ginguba e cogumelos.

Congresso acolhe iniciativa “O Melhor Pastel de Nata da Grande Lisboa”

No decorrer do Congresso, acontecerá também a final da prova “O Melhor Pastel de Nata da Grande Lisboa”, iniciativa nascida em 2009 e do qual o gastrónomo Virgílio Nogueiro Gomes é presidente de júri. São também jurados Alexandra Prado Coelho, Suzana Parreira, Daniel Leitão, Teresa Castro, Catarina Amado, Andreia Moutinho e Isabel Zibaia. Na competição estarão presentes os pastéis de nata dos 12 estabelecimentos finalistas: Casa do Padeiro (Pontinha), Casa do Preto, (Sintra), Choupanna Café (Lisboa), Padaria da Né (Damaia), Pastelaria Aloma (Lisboa), Pastelaria Estrela Dourada (Lisboa), Pastelaria Fidalgo's, (Moita), Pastelaria Fim de Século (Lisboa), Pastelaria Pão de Mel (Forte da Casa), Pastelaria Patyanne (Castanheira do Ribatejo), Pastelaria Viriato (Ramada), Santa Coina Confeitaria (Coina).

A prova acontece no dia 26 de setembro, pelas 14h30, no Palco Inter. O ano passado sagrou-se vencedor o pastel de nata da Padaria da Né, na Damaia.

Os bilhetes para aceder ao Congresso dos Cozinheiros estão disponíveis para compra, com os valores de 60 euros (um dia) e 100 euros (dois dias), respetivamente. Os bilhetes estão disponíveis no site do evento e na Bol.pt e incluem todas as degustações servidas durante os dois dias do evento. Os estudantes beneficiam de valor especial de bilheteira: 20 euros (um dia) e 40 euros (dois dias).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.