Se gosta de petiscar com uma cerveja na mão e de pagar apenas 3 € por uma cerveja e uma tapa, tem até domingo para provar os 104 petiscos que integram as propostas gastronómicas da sétima edição da Rota das Tapas Estrella Damm. Em Lisboa, no Porto e, pela primeira vez, em Braga, são 104 os restaurantes e bares que aceitaram o repto da marca de cervejas espanhola, criando uma tapa que alia os sabores tradicionais portugueses a elementos de cozinha de fusão.

Depois de, na apresentação do evento, em Lisboa, termos saboreado três tapas, resolvemos aproveitar uma destas noites para ir provar outras tantas. A noite começou no Love Wine, um pequeno espaço muito trendy que também expõe e vende quadros, localizado na Rua Nova da Trindade, número 6 B, no Chiado. Foi com sardin's lovers, uma sardinha picante em cama de pimentos coloridos e pão regional, que abrimos as hostilidades. Aprovada com distinção!

Vai uma sanduba?

Tapas do Bairro, no número 71 da Rua da Rosa, no Bairro Alto, foi a paragem seguinte. Local animado e com uma decoração colorida, está a servir uma sanduba de vitelinha do bairro, com carne assada e salada em molho cocktail em bola de pão tipo burguer. Mal nos sentamos, os empregados asiáticos trazem a cerveja e exigem logo o pagamento. A tapa é deliciosa e a simpatia dos empregados no final também.

Em vez de um, colocam-nos quatro estrelas no folheto/mapa do evento, que além de um vale de 1 € para descontar na compra de um pack de cervejas da marca, depois de três carimbos diferentes, também permite ganhar uma viagem a Barcelona, em Espanha. Para finalizar a noite, a escolha recaiu no mini burguer Correio de Portugal do Tapas Bar 28, na Travessa Fiéis de Deus, número 28.

O folheto afirma, embora de forma discreta, que o mini pão burguer com carne, queijo de cabra e doce de tomate picante é para ser consumido em modo take away. Se, por acaso, não reparar e se sentar numa das mesas, o mais provável é ser corrido com modos menos simpáticos, antes de ser reencaminhado para o bar ou para um pequeno espaço lateral no interior do estabelecimento. A tapa não é má mas também não é a melhor.

A nossa tapa de eleição

A nossa preferida, da meia dúzia que provámos em Lisboa, continua a ser o mini motard do Prego da Peixaria, na Rua da Escola Politécnica, número 40, no Príncipe Real. Um prego da vazia com carne maturada, chouriço de Barrancos e ovo de codorniz em caco de cebola. Uma delícia. A quesadilla de cogumelos e flor de curgete do El Clandestino, na Rua da Rosa, 321 A, também passa com distinção.

Se não sabe por onde escolher, temos ainda duas sugestões já testadas e validadas. No Boca Café, na Rua de São Bento, número 33, a tapa boca, uma brusqueta com guacamole e boqueron marinado em vinagre de cidra, vale o desvio, tal como o caril de bacalhau e coentros servido sobre pão tostado, acompanhado com arroz, a aposta desta edição do Café do Rio Hamburgueria Gourmet, localizado na Rua da Alfândega, 114, perto da Casa dos Bicos.

Texto: Luis Batista Gonçalves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.