À base de arroz preparado com um vinagre especial, servido quase sempre enrolado com peixe e vegetais, faz as delícias de muitos. Nos últimos anos, foram muitos os portugueses que se renderam às maravilhas de uma das mais apreciadas especialidades da gastronomia mundial. Ainda não faz parte do grupo? Do que está à espera? Quer experimentar mas não sabe o que há-de pedir?

Se for esse o problema, leve esta cábula quando for a um restaurante japonês para saber o que escolher. Aprenda estes termos e perca o medo de passar vergonhas:

- Sushi
Termo que designa um prato japonês à base de arroz temperado com vinagre. Os recheios, coberturas e condimentos é que variam, assim como a maneira como são apresentados.

- Makizushi
Com a ajuda de uma pequena esteira enrolável de bambu, uma folha de alga marinha (nori) envolve o arroz e o recheio, formando um pequeno cilindro.

- Hosomaki
O cilindro é fino e pequeno e, geralmente, a folha de alga marinha apenas envolve um recheio.

- Kappamaki
O recheio consiste apenas em pepino cortado às tirinhas, embrulhado em nori.

- Tekkamaki
O recheio é de atum.

- Temaki
O pedaço envolvido pela alga nori tem o formato de cone e os ingredientes são colocados até ao cimo deste. Normalmente, é comido com a ajuda dos dedos.

- Futomaki
O recheio é composto por vários tipos de peixe, raízes e folhas. Os cilindros são grandes.

- Uramaki
Neste caso, o recheio fica no centro e é coberto pela folha de alga marinha, colocando-se depois uma camada de arroz e cobrindo-se com outro ingrediente.

- Inarizushi
Uma bolsinha confecionada com tofu frito, uma omelete fina ou folhas de repolho e recheada com arroz de sushi e outros ingredientes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.