A Final Nacional do concurso “Chefe Cozinheiro do Ano 2017” decorreu nos a 5 e 6 de Junho, na Alimentaria & Horexpo, em Lisboa, sagrando vencedor Luís Gaspar, do restaurante Sala de Corte.

Ao júri da competição, Luís Gaspar apresentou um menu completo composto por Sopa da Pedra (entrada), Caldeirada de Bacalhau Salgado Seco da Noruega (prato de peixe), Vitela, Mão de Vaca e Grão (prato de carne) e Brisa do Liz de Amêndoa e Limão (sobremesa). "Estes são dos meus pratos tradicionais portugueses preferidos. O que fiz foi pegar na estrutura do produto português e dar-lhe a minha identidade, a minha visão mais contemporânea”, explica o chefe. “O júri elogiou muito o meu prato de carne,  disseram-me que tinha sido um dos melhores pratos do concurso.” A sobremesa do chefe Luís Gaspar também foi muito elogiada pela criatividade, tendo por isso conquistado o prémio especial Helmut Ziebell.

Esta foi a 28ª edição do CCA - Chefe Cozinheiro do Ano, concurso que anualmente valoriza o talento dos profissionais de cozinha em Portugal e que já distinguiu nomes como Henrique Sá Pessoa e Nuno Mendes. Em competição estiveram 18 cozinheiros de vários pontos do país, a disputar um conjunto de três etapas regionais que aconteceram em Faro, Lisboa e Porto.

Na final do concurso, Luís Gaspar, que saiu vencedor da 2ª etapa regional, competiu ao lado dos chefs Nicu Iastremschii (Loco*, Lisboa), Nuno Fernandes (O Talho, Lisboa), Duarte Eira (Salpoente, Aveiro), Leandro Araújo (São Gabriel, Almancil) e Ricardo Raimundo (Escola de Hotelaria de Fátima). "Quando ganhei a etapa em Lisboa fiquei com alguma confiança e senti que era possível ganhar a final. Tinha uma grande expectativa e senti que era minha oportunidade de ser Chefe Cozinheiro do Ano”, afirma Luís Gaspar, que há muito ambicionava alcançar este título. "Na prova final, tive o apoio importantíssimo da minha família e amigos, e estava feliz e entusiasmado. Diverti-me e trabalhei muito.”

Não é a primeira vez que Luís Gaspar, 26 anos, abraça este tipo de competições: em Novembro de 2016, o chefe integrou a equipa de cozinheiros portugueses que rumou a Erfurt, Alemanha, para participar nas Olimpíadas da Cozinha e conquistar a medalha de bronze na categoria Culinary and Pastry Art. Desde o início envolvido nos restaurantes Sala de Corte e DeliDelux Avenida, do grupo Multifood, Luís Gaspar em breve terá novidades sobre a Sala de Corte.

O júri da Final Nacional foi composto pelos chefes Nuno Mendes (Chiltern Firehouse, Londres), André Silva (Porta), André Magalhães (Taberna da Rua das Flores) João Rodrigues (Feitoria*), José Avillez (Belcanto**), Nuno Diniz (Tágide). Fazem ainda parte os chefes Helmut Ziebell e Orlando Esteves, mestres da profissão.

O vencedor do CCA 2017 recebe, entre outros prémios, três mil euros, uma Viagem à Noruega para conhecer os principais produtores de bacalhau Salgado Seco, uma Viagem à Fábrica da Tabasco, em Orlando, com chefes selecionados de todo o mundo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.