Numa Lisboa que vive há décadas uma relação esquizofrénica com o rio, tão próximo e tão longe, é um ato de terapêutica noticiar a abertura de uma nova esplanada para ele voltada. Para mais se essa abertura se dá numa avenida que nos últimos anos tende a desaparecer do mapa da Lisboa turística. O que é grave, a 24 de Julho beija o rio, e vice-versa, mas os dois comportam-se um pouco como os casais que acabam por se deitar de costas voltadas e com uma almofada de permeio. No caso vertente, não uma almofada, mas a linha férrea, entenda-se. Toda esta conversa para chegar a este anúncio: a artéria nobre frente ao Tejo acaba de receber este abril a primeira esplanada. Não, não é mais uma esplanada. É a esplanada inaugural, fincada sobre o produto final das obras de requalificação urbana nesta zona.

Uma esplanada que traz assinatura, a do restaurante Popolo – Pizza & Burger. Este espaço comemora dois anos e, alegria do destino, fá-lo precisamente no momento em que os passeios da Avenida 24 de Julho ganham uns bons seis ou sete metros de avanço sobre o alcatrão. Queixam-se alguns do lugares de estacionamento entretanto surripiados. Regozijam-se outros (como é o caso) de poderem esticar as pernas onde antes descansavam quatro rodas sobre puro asfalto.

Popolo
A carta neste abril de 2017 estreia um “Special”, uma Pizzata Burguesa. Traduzindo, massa de pizza a envolver um hambúrguer.

O Popolo, restaurante do Grupo Doca de Santo, faz esta estreia e com pinta, como se usa dizer. A esplanada tem ampla capacidade, 60 pessoas. Acrescem mais 20 lugares na “antiga” esplanada, esta virada para a Avenida D. Carlos I, em frente ao IADE, desembocando na Avenida 24 de Julho.

E depois de nos sentarmos à sombra? O cliente habitual sabe o que vai encontrar, uma oferta assente integralmente em pizzas, hambúrgueres e saladas. A cozinha é descontraída. Mas não se confunde atitude relaxada com comida sensaborona. A carne do hambúrguer tem proveniência e raça, novilho do Alentejo (Mertolenga) e dos Açores (Turina). A peça que nos chega no pão apresenta-se suculenta. O pão, com sementes de papoila, é feito nos fornos do Popolo e, como garante o Grupo Doca de Santo, “a massa produzida diariamente, cozida em forno de lenha”. Do mesmo forno de onde sai a seleção de pizzas da casa. No caso concreto provámos uma Pizza Genovese (12,20 euros). Agradou a simplicidade na apresentação, sem aparato desnecessário. Massa fina, estaladiça quanto baste, sem crocante em exagero. Queijo Mozzarella proporcional à massa, molho de tomate sem agredir e uns espargos verdes a cortar o travo mais salgado das fatias de presunto. Uma ementa de pizzas que apresenta outras sete propostas, todas com queijo Mozzarella, o incontornável molho de tomate, variando o que se lhes acrescenta, dos cogumelos frescos, aos pimentos padron, espinafres salteados, nozes, uvas.

populo

A carta neste abril de 2017 estreia um “Special”, uma Pizzata Burguesa (10,40 euros). Traduzindo, massa de pizza a envolver um hambúrguer. Uma espécie de calzone que faz o “dois em um” com a oferta da casa. De referir, ainda, o conceito que vem importado de outro restaurante do Grupo, o Bunker (Doca de Santos), o do hambúrguer “Inside Out”. Um conceito originário do Minesota, nos Estados Unidos e que, muito sucintamente, se explica assim: o molho do hambúrguer deixa de ser uma cobertura e passa a ser um recheio, aninhado na carne.

Os palatos mais gulosos encontram em fim de refeição perto de uma dezena de propostas que convivem bem com o açúcar. Mousse de chocolate preto (4,10 euros), Gelado de iogurte com compota de framboesa (5,20 euros), Affogato (4,10 euros), Brownie com gelado (5,20 euros), apenas para citar quatro mimos.

Lisboa: Na 24 de Julho a calçada é nova e já ganhou a primeira esplanada

Um restaurante com uma simpática carta de vinhos espraiando as suas referências pelo Douro, Tejo e Alentejo e com pontuais incursões nos néctares italianos. Carta de sangrias que junta à de Tinto e de Branco, a de Rosé, Espumante e de Frutos Vermelhos e uma seleção de cervejas convencional.

Recorde-se que o Popolo abriu portas a 14 de Abril de 2015, pela mão de Bernardo Daupiás Alves, do Grupo Doca de Santo.

Popolo:

Av. 24 de Julho nº50

Horário: Todos os dias, das 12h30 às 1h00.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.