A revista Vogue, criticada pela foto de Kamala Harris publicada na sua edição de fevereiro, vai lançar uma nova edição com uma fotografia diferente, considerada mais 'digna', da futura vice-presidente dos Estados Unidos.

"Em reconhecimento do enorme interesse na cobertura 'online' e para celebrar este momento histórico, vamos lançar um número limitado desta nova edição especial da tomada de posse", revelou na terça-feira um porta-voz do grupo Condé Nast, ao qual a Vogue pertence.

A publicação enfrentou uma onda de criticas, na semana passada, pela escolha de uma foto de Kamala Harris, de sapatilhas, "muito casual", para a capa da edição impressa de fevereiro, noticia a agência AFP.

A divulgação da edição foi programada para coincidir com a tomada de posse do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden e da vice-presidente, Kamala Harris.

Esta foto foi escolhida em detrimento de uma foto mais clássica, em que Kamala Harris envergava um fato azul claro e surgia de braços cruzados com um fundo neutro.

As duas imagens, do fotógrafo Tyler Mitchell, apareceram no entanto juntas na versão 'online' da revista.

Vários críticos acusaram ainda a revista de querer 'embranquecer' a cor da pele da primeira mulher negra eleita para a vice-presidência dos Estados Unidos.

As reações negativas obrigaram a 'todo-poderosa' responsável da Vogue, Anna Wintour, já contestada durante os protestos contra as desigualdades raciais em 2020, a defender a opção tomada.

Anna Wintour assegurou que não teve "absolutamente nenhuma intenção, de forma alguma, de diminuir a importância da incrível vitória da vice-presidente eleita".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.