À semelhança do que tem vindo a acontecer em países como os EUA, também na Península Ibérica a procura de implantes peitorais masculinos está a aumentar. De acordo com um inquérito promovido pela Sociedade Espanhola de Cirurgia Plástica, Reparadora e Estética (SECPRE), 10% dos homens espanhóis assume que já recorreu a procedimentos estéticos para melhorar a imagem por causa das selfies e das redes sociais.

A seguir à rinoplastia e à lipoaspiração e à operação para corrigir situações de ginecomastia, um aumento do tecido mamário causado por um desequilíbrio hormonal, o implante de peitorais é a cirurgia estética mais procurada, sobretudo por homens a partir dos 50 anos. O desenvolvimento de novas próteses à base de gel de silicone, com um tato semelhante ao tecido muscular, está a levar muitos a perder o medo.

Homens de barba rija que fazem furor nas redes sociais
Homens de barba rija que fazem furor nas redes sociais
Ver artigo

Muitos fazem-no, contudo, por questões de saúde, como é o caso dos que se operam para combater a síndrome de Poland, na origem de um subdesenvolvimento ou até mesmo na ausência do músculo peitoral num dos lados do corpo, um problema que afeta mais os homens, apesar de também atingir as mulheres. "Para esses, há implantes de gel de silicone com um formato retangular que podem ser reformulados e ajustados in situ para aumentar a projeção muscular", explicou ao jornal El País Jesús Benito Ruiz, cirurgião plástico espanhol pioneiro na utilização da técnica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.