As mulheres gastam 17 minutos para escolher a roupa que querem usar. Os homens gastam, em média, 13 minutos. Ao todo, as mulheres passam seis meses das suas vidas profissionais a escolher o melhor look.

Estes são os resultados de um estudo que a marca Marks & Spencer realizou em Inglaterra sobre o tempo dispendido pelas mulheres a decidirem o que vestir - seja para ir para o trabalho, para o ginásio ou em lazer.

O estudo concluiu também que as mulheres gastam quatro dias por ano ou quase seis meses entre os 18 e os 60 anos de idade.

A luta pela escolha do que vestir provocou em 62% das mulheres raiva pelo roupeiro. Ou seja, aquele sentimento de que "não tenho nada para vestir" vem ao de cima na maioria dos casos. Por outro lado, e apesar dos homens gastarem menos tempo a escolher as suas roupas, não são imunes a este sentimento e passam 13 minutos por dia, o equivalente a 3 dias por ano.

Cerca de 15% dos que participaram nesta pesquisa revelaram alterações de humor. E uma em cada dez pessoas chega atrasada aos locais por causa do tempo que gasta a decidir o que vestir.

No entanto, e apesar da queixa "não tenho nada para vestir, o roupeiro dos ingleses tem em média 152 peças, sendo que apenas 44% delas são usadas com frequência. E mais. Cinquenta e sete por cento da roupa não é usada, 16 peças de roupa são usadas apenas uma vez e 11 ainda têm as etiquetas.

O estudo da marca tem como objetivo incentivas as pessoas a doarem roupa. Especialistas dizem que não deveríamos gastar mais do que dois minutos a escolher a roupa de manhã e que todos precisamos
de fazer um detox ao roupeiro. Não só para esvaziar o armário, mas também a mente.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.