O 3.º dia desta 49.ª edição arranca com dois desfiles off location. Diogo Miranda apresenta a sua nova coleção de alta costura no terreiro da Casa do Roseiral, no Porto, enquanto Miguel Vieira revela as suas novas propostas unissexo ali ao lado, nos Jardins do Palácio de Cristal. O criador de S. João da Madeira – que recentemente participou na Semana da Moda de Milão com o apoio do Portugal Fashion – propõe, para a próxima estação quente, as “Cores do dia”.
A coleção assim intitulada parte da ideia de uma “agenda preenchida” com vários cenários, cada um com cores e silhuetas próprias. Seda, lã 100%, lã super 110 e algodão mercerizado são alguns dos materiais que dão forma às novas peças.

Seguem-se as malhas sofisticadas de Susana Bettencourt, o menswear urbano e irreverente de Estelita Mendonça e o classicismo glamoroso da marca Sophia Kah. De regresso de Milão, onde participou na respetiva semana da moda com o apoio do Portugal Fashion, David Catalán revela a coleção “Madre”, em tributo à sua mãe. O designer espanhol sediado no Porto volta a apostar no denim, mas acrescenta camisas com gravatas de pequena dimensão e capuzes em homenagem às classes trabalhadoras rurais. Daqui resultam propostas confortáveis, modernas e urbanas para homem.

O programa do 3.º dia prevê ainda, entre os nomes portugueses, os desfiles de moda sustentável da Pé de Chumbo e de calçado luxuoso de Luís Onofre. O empresário e designer natural de Oliveira de Azeméis é atualmente presidente da Confederação Europeia da Indústria de Calçado e da Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS). Luís Onofre já calçou Letizia Ortiz, Michelle Obama e Paris Hilton, por exemplo.

As históricas Maria Gambina e Katty Xiomara inauguram a passerelle amanhã, no último dia de desfiles, seguindo-se a apresentação do projeto (re)veste. Promover a inclusão social e a empregabilidade de jovens portadores de deficiência ou com necessidades educativas especiais (entre os 15 e os 35 anos) através do desenvolvimento de competências sociais, pessoais, digitais e profissionais são os grandes objetivos deste projeto.

Ainda no último dia do 49.º Portugal Fashion, sobem à passerelle a coleção de Carolina Sobral – mais uma bloomer que ascende ao calendário principal –, as propostas de calçado de oito marcas nacionais (Ambitious, Fly London, Gladz, J. Reinaldo, Leathergoods by Belcinto, Mariano, Nobrand e Rufel), as criações minimalistas de inspiração oriental da marca DAVII e o menswear arrojado de Hugo Costa.
Antes do encerramento do evento a cargo dos decanos da moda nacional, José Manuel Gonçalves e Manuel Alves, Alexandra Moura apresenta a coleção “Trust Your Vision”. Depois de Milão, onde antecipou a primavera-verão 2022 com o apoio do Portugal Fashion, a designer que está quase a completar 20 anos de carreira vai apresentar, no Porto, coordenados onde mistura notas punk e mais underground com inspirações românticas.

Acompanhe todas as novidades desta 49ª edição do Portugal Fashion aqui.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.