Ricardo Andrez colocou o seu foco no consumismo desenfreado dos adolescentes. Consumismo esse que leva a um alheamento de determinados valores culturais ou, neste caso concreto, aquilo que as marcas têm enquanto o seu legado.

O estilista refere aquilo que o streetwear já foi enquanto um símbolo de uma tribo social – surf, skate, hip hop – dos anos 80 e 90 e como simbolizava um movimento fora da indústria da moda. Porem, atualmente, foi banalizado, tornado 'mainstream' e está saturado de pessoas que só lhe interessam comprar marcas desenfreadamente devido ao status que lhe pode atribuir, não entendendo a herança da mesma. Aliás, tal pode ser constatado num dos padrões utilizados pelo criador.

Veja algumas das propostas...

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.