Existem pequenos gestos que fazem verdadeiros milagres pela proteção e saúde da sua pele. Não frequentar solários, testar os cosméticos antes de os usar na face (duas vezes, durante quatro ou cinco dias, na zona interna do braço), não exceder a dose recomendada, aplicar apenas um produto com ação anti-idade de cada vez, ter em conta que os efeitos de cosmético demoram cerca de seis semanas a notarem-se, deixar de usar produtos que irritam a pele, sem ser sob aconselhamento de um especialista.

São muitos os cuidados que pode ter para reduzir os sinais de envelhecimento cutâneo. Os que acima reunimos têm a assinatura do site da Academia Americana de Dermatologia. Para uma pele ainda mais protegida, junte-lhes os que a Prevenir pediu a uma das mais conceituadas dermatologistas nacionais, também membro desse prestigiado organismo, a dermatologista Manuela Cochito.

Alimentos da juventude

Segundo Manuela Cochito, seguir um estilo de vida saudável é fundamental para manter a pele luminosa e saudável. O primeiro cuidado passa por escolher bem o que coloca no seu prato. É indispensável apostar «numa alimentação rica em frutas e legumes variados» ricos em minerais e vitaminas com ação antioxidante «e com poucos glícidos (açúcares)». Deve limitar o consumo diário de álcool.

Limpar e hidratar

Beber água é um ritual saudável, mas não influencia a qualidade da pele, cuja hidratação depende de outros fatores, como a aplicação de cosméticos. O uso de cremes e produtos de higiene deve ser sempre adaptado a cada tipo e estadio de pele. Segundo Manuela Cochito, «a pele varia ao longo da vida – e mesmo ao longo ao ano – pelo que esses cuidados devem ser idealmente prescritos pelo dermatologista. Para se manter saudável, o rosto necessita de ser limpo de manhã e à noite, com leite de limpeza, águas micelares ou cremes lavantes com água.

Proteção solar diária

O sol é um aliado da saúde óssea e um antídoto para a depressão
mas, em excesso, pode ter efeitos muito negativos. «O uso de filtro
solar diário é muito importante porque o sol é o maior responsável pela
formação de rugas e pelo surgimento de cancro de pele», alerta Manuela
Cochito.

Existem cremes com FPS incorporado mas também pode aplicar o
seu protetor solar tradicional depois do creme de dia. «O seu índice
deve ser sempre superior a 30, abaixo deste valor não fornece o nível de
proteção necessária», sublinha a especialista.

Vigiar os sinais

Uma vigilância regular dos sinais «evitará a progressão de cancros
de pele fatais», alerta Manuela Cochito. A dermatologista chama a
atenção para algumas alterações que constituem sinais de alarme
relevantes. «Atenção aos sinais assimétricos, bordos irregulares,
diâmetro superior a 6 milímetros e qualquer alteração ou crescimento»,
alerta.

Consulta de dermatologia

A visita anual ao dermatologista pode travar a evolução de doenças e
é imprescindível para avaliar sintomas como feridas que não cicatrizam.
Para além disso, esta consulta especializada pode ser aproveitada para
obter orientação ao nível dos cuidados com a pele, o que lhe permitirá
otimizar os custos com produtos, encontrando a melhor fórmula para o seu
tipo de pele.

Investir em cosméticos de qualidade

«Prefira produtos de maquilhagem de boa qualidade e adaptados à sua
pele», aconselha Manuela Cochito. «Nunca se deite sem limpar a pele e
aplicar o creme correto para si», alerta a especialista.

Ser feliz

A pele reflete o nosso estado emocional pelo que, «para ter uma tez
radiosa, a mulher tem de se sentir bem», refere a especialista que
deixa um conselho, «seja feliz». Descubra um hobbie que goste ou faça
exercício. O desporto provoca a libertação de endorfinas, responsáveis
pela sensação de bem-estar.

Fatores que envelhecem a pele:

- Tabaco
- Exposição solar excessiva e sem proteção
- Noites mal dormidas
- Ingestão de açúcar
- Poluição
- Stresse
- Não limpar a pele

Texto: Sónia Ramalho com Manuela Cochito (dermatologista)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.