Há tempos, Filipa Melo, empresária e relações públicas, decidiu fazer uma mamoplastia de aumento e foi com esse intuito que recorreu ao cirurgião plástico Francisco Ibérico Nogueira. A consulta correu tão bem que, na altura com 33 anos, decidiu não só fazer a cirurgia mamária como submeter-se a outros tratamentos sugeridos pelo médico. «Ainda bem que segui os conselhos do cirurgião plástico, pois estou muito satisfeita com o resultado final. O meu corpo está fantástico e o rosto está mais jovem sem ter perdido os traços originais», explica.

Quanto ao pós-operatório, a relações públicas é peremptória. «Não foi nada doloroso, nem sequer tive de tomar analgésicos. Os inchaços e as nódoas negras não demoraram muito tempo a passar, de tal forma que fui operada numa quinta-feira e na segunda já estava a trabalhar», sublinha. Hoje, quando olha para o espelho, sente-se satisfeita com o que vê e diz que a sua «autoestima só ficou a ganhar com a intervenção».

Diagnóstico e avaliação

Durante a primeira consulta, Francisco Ibérico Nogueira começou por fazer uma avaliação completa de Filipa Melo. «A paciente desejava aumentar a projeção e volume mamário que efetivamente apresentava algum grau de hipotrofia (desenvolvimento mamário insuficiente) e constatei também que a sua silhueta corporal era pouco harmoniosa devido à gordura acumulada na barriga e flancos», explica Francisco Ibérico Nogueira.

Mas a avaliação não se ficou pelo corpo, já que, como refere o cirurgião plástico, «a paciente apresentava um rosto bonito com um grande potencial de beleza mas algo envelhecido devido à presença de rugas estáticas e rugas de expressão, bem como sinais de agressão cutânea, incluindo hiperqueratose e manchas de fotoenvelhecimento».

Por fim, «o seu nariz, com uma ponta redonda e pouco definida, não tinha proporções harmoniosas e apresentava na região lateral da face, sob o queixo e em torno do maxilar inferior, depósitos de tecido adiposo que retiravam graciosidade ao seu perfil facial», realça o cirurgião plástico. Por seu lado, Filipa Melo confessa a sua ideia original era diferente.

«O meu objetivo era aumentar o peito mas em conversa com o cirurgião surgiu a hipótese de fazer uma lipoaspiração na barriga e ajustar alguns pormenores na cara. Aderi de imediato à ideia de me submeter à lipoaspiração, quanto à cara tive de pensar um pouco mais, porque receava mexer no rosto. Mas depois de alguma reflexão, decidi ir em frente e fiz os vários tratamentos todos no mesmo dia».

Veja na página seguinte: Os tratamentos realizados

Estes foram os tratamentos realizados:

- Rinoplastia da ponta nasal

A ponta de nariz larga e arredondada foi corrigida através de uma rinoplastia com uma incisão interna. Este tipo de intervenção custa, em média, entre 5.000 e 6.500 €. A limpeza diária das vias aéreas com soro fisiológico ou água do mar foram os cuidados pós-operatórios que Filipa Melo teve de ter. «Fiquei com o nariz mais proporcional e mais definido do que tinha anteriormente», conta.

- Lift temporal e cantoplastia

O canto externo das pálpebras descaído foi corrigido através de um lift temporal, no qual se retirou a pele em excesso através de uma incisão na região temporal, seguida de uma cantoplastia que reparou a comissura externa da fenda palpebral. Este tipo de intervenção custa geralmente entre 3.500 e 5.000 €. Utilizar compressas ou placas de frio nos olhos e pomada e colírio oftálmico três vezes por dia, durante cinco dias, bem como recorrer a lágrima artificial foram os cuidados pós-operatórios tomados. «Os meus olhos deixaram de ter o habitual ar cansado», assume Filipa Melo.

- Infiltração do contorno dos lábios

Os lábios de Filipa Melo apresentavam algum grau de atrofia, que foi corrigida com a infiltração de ácido hialurónico, uma substância natural presente no organismo e cuja produção vai diminuindo ao longo dos anos, o que faz com que a pele perca elasticidade e hidratação. Este tratamento custa entre 250 e 400 €. Durante as seis horas imediatas, não esfregar a zona infiltrada e não ingerir alimentos quentes são os cuidados pós-operatórios indicados. «Os meus lábios ficaram mais definidos e volumosos mas de forma muito subtil», conta Filipa Melo.

- Lipoaspiração da região cervical submentoniana

A papada no pescoço foi removida com uma lipoaspiração da região cervical submentoniana, feita através de uma pequena incisão sob o ângulo da mandíbula, na qual foi introduzida uma cânula muito fina que aspirou a gordura. Esta intervenção custa entre 2.500 e 3.500 €. Realizar tratamentos ou massagens pós-operatórias entre o sexto e décimo dia é obrigatório. Quanto ao resultado, Filipa Melo confessa que «tinha alguma gordura localizada no pescoço e, com a lipoaspiração, voltei a ter um pescoço mais elegante».

- Lipoaspiração localizada na face

A gordura acumulada na região lateral da face foi retirada através de uma lipoaspiração, tal como foi feito no pescoço. Este tipo de intervenção tem um custo médio que oscila entre 2.000 e 3.000 €. Realizar tratamentos ou massagens pós-operatórias entre o sexto e décimo dia é essencial. Filipa Melo ficou satisfeita com o resultado. «O meu rosto ficou mais definido e sem sinais de gordura acumulada», confessa.

- Infiltração local de toxina botulínica

A injeção de botox, uma substância que relaxa temporariamente os músculos do rosto, eliminou as rugas de expressão da testa e ospés de galinha. Este tratamento custa entre 300 e 550 €. Não deitar a cabeça nem esfregar a zona infiltrada durante 6h são cuidados pós-operatórios indispensáveis. «Fiquei com um aspeto mais jovem, mas mantendo a expressão natural», afirma a empresária.

- Peeling superficial com TCA

As manchas faciais provocadas pelo fotoenvelhecimento foram eliminadas com um peeling superficial com TCA (ácido tricloroacético), que tem um efeito exfoliante na pele, removendo as suas camadas mais externas. Esta intervenção custa entre 250 e 500 €. Fazer a máscara pós-peeling entre o segundo e o quarto dia após o procedimento, bem como não se expor mais de 30 minutos ao computador, televisão e luzes fluorescentes são cuidados pós-operatórios essenciais. Aplicar os cosméticos indicados pelo médico e passar a face em água tépida seis a oito vezes por dia é outra medida a ter em conta. «Fiquei com uma pele do rosto mais uniforme e as manchas que tinha foram atenuadas», salienta Filipa.

- Mamoplastia de aumento

A hipotrofia mamária foi ultrapassada com o recurso à mamoplastia de aumento, durante a qual foram colocadas próteses de silicone através de pequenas incisões no sulco mamário. Este tipo de intervenção custa entre 5.500 e 6.500 €. Utilizar sutiã de desporto de apertar à frente durante um mês é essencial no pós-operatório. «Ter um peito maior aumentou significativamente a minha auto-estima e foi o realizar de um desejo antigo», assume Filipa Melo.

Veja na página seguinte: O primeiro passo para uma nova vida

- Lipoaspiração dos flancos e abdómen

A adiposidade no abdómen e flancos foi eliminada com o recurso à lipoaspiração, tal como já tinha acontecido no pescoço e na face. Neste caso, esta intervenção custa entre 3.500 e 4.500 €. Utilizar cinta de compressão sem costuras durante um mês é vital no período de recuperação. Quanto ao resultado, Filipa Melo ficou satisfeita. «Fiquei com uma silhueta mais definida pois a gordura localizada foi eliminada», refere.

- Mesoterapia

Para combater alguma hipotrofia da região glútea, o cirurgião optou por fazer uma infiltração de Macrolane na parte superior dos glúteos de Filipa Melo. O custo deste tipo de procedimento varia entre 2.500 e 3.800 €. Evitar estar sentada durante as primeiras 48 horas, não fazer exercício físico durante cinco dias e utilizar cinta de compressão durante dez a 15 dias são cuidados pós-operatórios a cumprir. «Fiquei agradavelmente surpreendida com o resultado desta intervenção», assume.

O primeiro passo para uma nova vida

Submeter-se a vários tratamentos estéticos acabou também por ser um incentivo para Filipa Melo adotar hábitos de vida mais saudáveis, designadamente melhorando a sua alimentação. «Sou acompanhada por um nutricionista da clínica Ibérico Nogueira desde essa altura e aprendi a comer de forma mais saudável. Evito as gorduras e os fritos e aposto sobretudo no peixe, carne branca e vegetais», confessa. Além disso, hoje, a relações pública não descura o exercício físico e sempre que pode vai ao ginásio e caminha.

Texto: Rita Caetano

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.