No final de um dia de praia, sabe bem regressar a casa, tomar um banho e aplicar um creme no corpo.

Os produtos after sun são o ideal para este tipo de situações!

A sua utilização é imprescindível não só porque ajudam a acalmar possíveis queimaduras mas também porque oferecem um efeito hidratante e são um aliado na reparação dos danos causados pela exposição ao sol.

Este tipo de produto contém ainda ingredientes que podem ajudar a manter o bronzeado e a prevenir o envelhecimento precoce da pele. A gama de produtos, disponível no mercado, para aplicar depois da exposição solar é muito ampla, pelo que deve ter o cuidado de escolher sempre o mais adequado para o seu tipo de pele.

Para além dos produtos after sun para o corpo, existem fórmulas concebidas a
pensar especificamente na pele do rosto (que permitem repor a hidratação, suavizar instantaneamente e promover a elasticidade cutânea), assim como soluções
dois em um.

Mas quais as principais diferenças entre um hidratante e os produtos after sun? Segundo Osvaldo Correia, dermatologista, «nos segundos, existe um reforço particular dos componentes hidratantes com efeitos calmantes e de substâncias antioxidantes, como a vitamina C e E ou a associação de águas termais».

Segundo o especialista, dadas as suas características particulares, os after sun «compensam a desidratação que ocorre pela exposição ao sol ou pelos banhos frequentes», tendo ainda um «efeito refrescante e calmante» a nível cutâneo.

Osvaldo Correia aconselha que a aplicação destes produtos seja feita «em casa, após a higiene e, se necessário, à noite».

Prolongar o bronzeado

Existem também cremes e cápsulas criadas para prolongar o bronzeado.

No
entanto, de acordo com Osvaldo Correia, estes produtos «não devem ser usados
para prolongar o tempo de exposição ao sol», sendo apenas indicados para «pessoas
alérgicas ou sensíveis ao sol», sendo que, nestes casos, têm a capacidade de «permitir uma exposição normal».

Para além da utilização de produtos after sun, o especialista recomenda ainda
a ingestão equilibrada de «líquidos, em particular água», assim como de
«legumes e fruta fresca, pois são ricos em sais minerais, carotenos e vitaminas,
com acção antioxidante, que ajudam a pele a defender-se melhor das
radiações ultravioleta».

Os cremes after sun «não conferem protecção contra os raios ultravioleta»,
sublinha Osvaldo Correia. Nunca os confunda com o protector solar nem os use em substituição deste.

Se a sua pele for muito sensível, o ideal será optar por um after sun que possua propriedades calmantes e
anti-inflamatórias.

Texto: Claudia Marina com Osvaldo Correia (dermatologista)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.