Parece que há determinados dias em que é obrigatório o casal ter relações sexuais. Falamos dos aniversários, dia dos namorados, aniversário de namoro ou casamento, passagem de ano e poucos mais. Alguns casais, e não necessariamente os de longa data, sentem uma certa obrigação em dias específicos, parece que têm mesmo de ter relações sexuais sob pena de algo de mal acontecer à relação. O amor constrói-se todos os dias, mesmo nos mais chatos e esmagados com rotina. É fundamental que um dos elementos do casal dê o primeiro passo no sentido de recuperar o desejo e não deixar o romance para as datas no calendário.

A propósito do mês dos namorados, e como mote para todo o ano, ficam algumas ideias para apimentar a relação:

Roupa sexy: uma lingerie nova e sexy faz verdadeiros milagres, tanto na auto-estima como na relação

Brinquedos sexuais: para os casais mais aventureiros, uma ida a uma loja de brinquedos sexuais pode ser o suficiente para mexer com o desejo. Se tiverem coragem, comprem um brinquedo, um óleo de massagem, qualquer coisa que traga novidade. Se não quiserem ir à loja física, há muitas coisas à venda online

Fantasias sexuais: percebam os pontos erógenos do outro, e quais as fantasiais sexuais e, se se sentirem confortáveis, comecem a realizá-las

Aplicações mobile: hoje em dia há várias aplicações para o telemóvel que servem para desafiar o parceiro. Desde cozinhar sem roupa, banhos a dois, aventuras ao ar livre, há desafios para todos os gostos. Uma das mais conhecidas é a app Desire42 (www.desire42.com)

Sexting: troca de mensagens (SMS) com conteúdo mais sugestivo. Chamo a atenção para a partilha de fotografias dos órgãos genitais: nem sempre é boa ideia!

Jantares a dois: uma saída à noite só os dois será uma forma de se divertirem juntos e desanuviarem da semana de trabalho. Saiam para conversar, namorar.

Surpresas: bilhetinhos nos bolsos do casaco, convites “em cima da hora” para jantar ou passar uma noite num hotel, ir ter com o namorado ao trabalho, convidar para almoçar, tudo é válido para estarem juntos e surpreenderem o outro

Vouchers: a ideia é criar vários vouchers que possam ser usados ao longo do ano, por exemplo: “Vale uma massagem”, “Vale um jantar romântico”, “Vale um banho a dois”, ou alguma coisa mais sugestiva…

Kama Sutra: podem comprar o livro, oferecer ao outro e, a partir daí, escolherem posições diferentes, à sorte Mesmo com todas estas sugestões, nada é mais impactante do que falar. Converse com o parceiro, tente perceber gostos, preferências, mesmo durante a relação sexual.

As relações sexuais são como o exercício físico, no início custa a arrancar, mas depois sabe bem. Este é o efeito da dopamina libertada durante as relações sexuais e que o faz querer mais. Quantas menos relações sexuais tiver, menos quererá ter.

Texto de Marta Xavier Cuntim (Psicóloga clínica)

Saiba mais na Revista Saúda

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.