É o único método contracetivo masculino com dupla proteção (gravidez e doenças sexualmente transmissíveis) e estudos revelam que, quando usado corretamente tem uma «eficácia de cerca de 85%», explica a Associação para o Planeamento e Família de Lisboa, Tejo e Sado. Só pode ser utilizado uma vez e idealmente em simultâneo com outro método contracetivo. Na hora de comprar, o preço não é indicador de qualidade. O mais importante é que encontre na embalagem a marca da certificação.

«De acordo com as normas da União Europeia, antes de colocados à venda, os preservativos são testados e aprovados por entidades certificadoras. A marca de certificação CE respeita determinadas proporções e é seguida de quatro algarismos, que identificam o produto. Cada código é exclusivo de uma entidade certificadora, pelo que é possível confirmar junto dessa entidade se atribuiu aquele número de certificação e se este corresponde ao produto em questão», refere ainda o organismo.

Os especialistas respondem às principais dúvidas que (muit)os utilizadores ainda têm

Os profissionais da Associação para o Planeamento e Família de Lisboa, Tejo e Sado, habituada a lidar com as interrogações dos que os procuram, esclarecem questões que interessam a todos.

Os preservativos à venda em sexshops e máquinas automáticas são tão seguros quanto os que são vendidos em farmácias?

Sim. Se existir suspeita de contrafação deve contatar-se o Infarmed. Também podem ser adquiridos gratuitamente em diversas instituições, como é o caso da Associação para o Planeamento da Família, da Liga Portuguesa Contra a Sida e dos centros de saúde.

Existem modelos mais adequados para o sexo oral ou anal?

Alguns preservativos são indicados para o sexo oral e podem variar na textura, espessura, cores e sabores. Para a prática de cunnilingus, pode, por exemplo, abrir-se um preservativo ao meio, de modo a formar uma barreira de proteção, ou, em alternativa, usar bandas de látex (dental dams) que se podem adquirir na Internet e lojas especializadas.  Os modelos extra forte são mais indicados para a prática de sexo anal. Mas, em geral, os preservativos standard servem para qualquer prática sexual.

O uso de vaselina é seguro?

A vaselina ou qualquer outro produto à base de gordura pode danificar o preservativo.  Se quiser usar um lubrificante, prefira um lubrificante aquoso. De qualquer forma, os preservativos vêm, na sua maioria, lubrificados de fábrica e muitos incluem espermicida.

Veja na página seguinte: O que deve ter em conta ao escolher um preservativo

Qual a melhor opção para si?

São muitos os diferentes tipos de preservativos no mercado. Na hora de adquirir uma nova embalagem, saiba o que deve ter em conta em função da sensibilidade pretendida, das exigências, da sensibilidade e até do tamanho do pénis:

 - Extrafinos

Ideal para quem procura ter maior sensibilidade. Oferecem uma eficácia contracetiva e contra as infeções sexualmente transmissíveis semelhante à dos restantes modelos. Não são adequados para o sexo anal.

- Extrafortes

Ideal para utilizar no sexo anal. A sua grande vantagem é, graças a uma maior resistência, poderem ser usados em todas as práticas sexuais, nomeadamente no sexo anal.

- Sem látex

Ideal para quem é alérgico (homem ou mulher) a esta substância (também presente em luvas ou balões). São feitos de borracha nitrílica, um material antialérgico, e garantem a mesma proteção dos restantes modelos.  A única desvantagem é serem um pouco mais caros e mais difíceis de encontrar.

- Com espermicida

Ideal para quem pretende uma proteção contraceptiva extra. Em comparação com um preservativo normal, tem a vantagem de, caso se rompa, oferecer uma proteção adicional face a uma possível gravidez. É, por isso, um pouco mais eficaz do que os restantes modelos.  Se se preferir usar um preservativo normal e, simultaneamente, espermicida, a eficácia é a mesma.

- Retardantes da ejaculação

Ideal para quem deseja adiar a ejaculação ou sofre de ejaculação precoce. São lubrificados com benzocaína, uma substância com um efeito analgésico que vai atuar na glande e reduzir a sensibilidade do pénis. Têm a mesma eficácia dos restantes modelos.

- XL/Extra Largo

Ideal para homens com pénis em ereção cuja dimensão é superior a cerca de 17,3 cm (valor a partir do qual se considera um pénis grande, segundo estudo realizado pelo urologista  Nuno Monteiro Pereira na população portuguesa). Adaptado ao comprimento e diâmetro do pénis em ereção, dada a grande variedade de modelos no mercado, deve-se experimentar vários modelos até encontrar o ideal e, assim, evitar usar um tamanho que não se adapta ao pénis em ereção.

- Com sabor

Estão indicados para o sexo oral mas podem ser usados em outras práticas. Se o utilizar no sexo oral e, de seguida, for praticar sexo vaginal ou anal, utilize um novo preservativo, independentemente de ter havido ejaculação.

Texto: Carlos Eugénio Augusto com colaboração e revisão científica da Associação para o Planeamento e Família de Lisboa, Tejo e Sado

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.