Mesmo com a percentagem elevada de divórcios que existe atualmente, muitos casais - até mesmo jovens - tomam a decisão de partir para aquele que é para muitos o compromisso mais sério dentro de uma relação: o casamento. A verdade é que depois da euforia e alegria deste dia, começam a surgir alguns desafios que obrigam o casal a aprender e ceder, respeitar e compreender, para que esta história de amor dure para sempre. Como ninguém casa já a pensar em separar-se, o Felizes.pt dá-lhe seis dicas de como não deixar a sua história de amor morrer:

1. Respeitar o espaço de cada um

Não se esqueça da importância do espaço. Passam o dia a dia juntos e têm milhares de oportunidades para fazer atividades em conjunto. Não há motivo para que não possam fazer coisas em separado: um encontro entre amigos, uma jogatana de videojogos, um curso de pintura, entre infinitas possibilidades, é bom ter tempo para si mesmo. Não se perca nas tarefas do quotidiano, e valorize o tempo que tem para si e para os seus amigos.

2. Caso tenha filhos, evite discussões à frente deles

As discussões são inevitáveis e fazem parte da dinâmica de um casal. Mas, se tiver filhos, evite que tenham de assistir a estes momentos de maior tensão. As crianças em fase de crescimento são autênticas esponjas e tudo o que ouvirem ou assistirem pode moldá-las para sempre. Para além de que fará com que o ambiente em casa se torne ainda mais pesado. Ao proteger os seus filhos, está também a proteger a sua relação familiar.

O que é o Ghosting? Dicas para superar e não cair nesta armadilha
O que é o Ghosting? Dicas para superar e não cair nesta armadilha
Ver artigo

3. Não se esqueça de demonstrar afeto

Depois de alguns anos juntos, é natural que a relação vá esfriando. Esteja atento às necessidades de afeto do seu parceiro. Carinhos, beijos e abraços são ótimos para quebrar momentos de tensão além de serem um grande aliviador de stress. Não deixe de demonstrar afeto, elogiar, andar de mãos dadas, e manter o romantismo aceso. Isto, e mais algumas questões importantes, podem ser o fator determinante para uma felicidade longínqua.

4. Reconhecer os pequenos gestos

Por vezes é difícil não se deixar abater por situações que acontecem no trabalho. Acabamos por chegar a casa em stress e desanimados. Em resposta, qualquer pequena crítica pode servir de trigger para que uma simples conversa culmine numa discussão. Como tal, é importante reconhecer os pequenos gestos do seu parceiro. Reconheça, elogie e usufrua da presença do outro na sua vida. Juntos podem tornar o dia um do outro melhor.

5. Não existe a “pessoa certa”

Não se deixe levar pelas comédias românticas e filmes de Hollywood com amores impossíveis, repletos de emoção e intensidade constante. Na vida real, não funciona bem assim. É normal que com o passar do tempo, a rotina vos troque as voltas e que não haja tempo para dates com tanta frequência. O facto de não sentir borboletas na barriga a toda a hora, não faz com que a relação seja menos ou mais importante. Um casamento é feito de amor, confiança e vontade. Para que ele dure, é importante não se esquecer de cada um destes fatores.

6. O poder da comunicação

Uma comunicação saudável é fundamental para um relacionamento bem-sucedido. É capaz de dizer aquilo que sente ao seu companheiro? Vocês têm formas de comunicação semelhantes, ou demasiado distintas? Além de ser uma forma de expressarem aquilo que estão a sentir, lembre-se de que, ao ouvir atentamente o que o outro diz, continua a aprender sobre ele.

Em conclusão: manter um casamento não é tarefa fácil. A boa notícia é que viver uma união bem-sucedida não é algo impossível. Seja paciente e deixe o "período de maturação” passar. Assim que começarem a andar ao mesmo passo, se compreenderem, ouvirem e respeitarem, este amor tem tudo para dar certo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.