Como surgiu a ideia de criar o canal de Youtube "Manual do Adolescente”?

Eu e o meu filho viemos morar para Lisboa num primeiro momento, juntos e sozinhos. O meu marido ficou no Brasil e vinha uma vez por mês a Lisboa para nos ver. Enquanto consumidores do entretenimento digital e comédia, vimos que não havia um canal que abordasse esses temas [os problemas da adolescência e das dinâmicas familiares] tendo as duas gerações em cena. Com disponibilidade e vontade resolvemos fazer, em 2017, as primeiras tentativas porém o desafio tornou-se maior por causa das personalidades e acabámos por desistir. Com o confinamento, o meu filho insistiu em retomarmos o projeto só que desta vez tinha o meu marido e o meu pai em casa e daí resolvemos abordar os problemas de uma família em que o tema central seria o adolescente, que na verdade é realmente o problema de toda a casa.

Qual o argumento deste projeto?

São micro-histórias com princípio, meio e fim onde os problemas apresentados são resolvidos no mesmo vídeo. Pretendemos desenvolver uma web-série após consolidarmos o nosso canal e com apoios.

Quem é esta família e como a descreve?

É uma família de brasileiros, imigrantes que vivem em Portugal legalmente - é válido ressaltar que temos cartão de cidadão - que buscam a integração entre culturas e têm o desafio de manter a sanidade e harmonia num lar onde três gerações convivem entre si. Ou seja, é uma família estranha e ao mesmo tempo normal, com problemas comuns, que usam a comédia para satirizar e aumentar as situações do dia a dia.

Quais as suas semelhanças/diferenças com a família portuguesa?

Ficha técnica geral

Guionistas: Ricardo Lopes, Pedro Mateus, Flávia Prosdocimi, Hugo Veríssimo, Yann Victor, Luiz Abbadia, Leandro Vieira e Abbadhia Vieira

Atores/Protagonistas: Abbadhia Vieira (Mãe), Leandro Vieira (Pai), Yann Victor (Adolescente) e Luiz Abbadia (Avô)

Direção de Atores e Produção: Abbadhia Vieira

Direção, Edição e Fotografia: Filipe Ruffato, Leandro Vieira e Gustavo Moreira

Realização: Luso-brasileiro de Comédia

Sem dúvida que a principal diferença está entre o formato formal e coloquial da abordagem de assuntos mais delicados como sexo, namoro, homossexualidade, religião e também na comunicação de uma maneira geral. O brasileiro que está em Portugal pela primeira vez precisa de ajuda, durante pelo menos uma semana, para conseguir entender alguns conceitos e palavras como contribuinte na fatura.

A grande semelhança é o sentido de humor. Tanto os brasileiros como os portugueses gostam muito de boas situações cómicas e divertem-se muito com esse formato.

Que membros compõem esta família e quem são os atores que dão vida a cada um deles?

A mãe é interpretada por mim, o pai por Leandro Vieira, o adolescente por Yann Victor e o avô por Luiz Abbadia.

Quais os temas que vão abordar ao longo dos episódios?

Desde storytelling sobre o pior castigo do mundo a episódios sobre o filho sindicalista que pede um aumento de mesada como se fosse líder sindical, passando por tutoriais de máscaras, jogos de improviso com a família, entrevista com um especialista em paternidade e outros que estão ainda em desenvolvimento. Alguns dos episódios vão contar com a participação ou colaboração do público. Assim que o distanciamento social estiver normalizado, pretendemos também fazer entrevistas na rua para brincar com situações e questões sobre a família.

Motivos para os portugueses assistirem ao "Manual do Adolescente”?

Depois de alguns anos em Portugal é muito engraçada a oportunidade de explorar as diversas formas de comunicação e reação de acordo com a cultura local. Tenho certeza de que há muito com o que brincar, como é o caso das expressões que não são ditas em novelas brasileiras.

Para além do principal objetivo, que é entreter as famílias, o público português pode esperar histórias incríveis contadas pelo ponto de vista português pois o canal conta com dois jovens guionistas portugueses. Alguns episódios contarão com a participação de artistas portugueses e muita mistura entre as duas línguas que parecem iguais mas já sabemos que não são. Teremos também o canal como fonte para debater questões importantes de ambos os pontos de vista e os nossos espectadores, ao contarem as suas histórias, poderão vê-las encenadas pelo nosso elenco. Será uma forma de criar uma interatividade ainda maior entre história, público e elenco.

A partir de junho, acompanhe a nova rubrica semanal em vídeo do SAPO Lifestyle, publicada às segundas e quintas, que fala dos desafios da convivência entre adolescente e família.

Gostava de receber mais informações sobre este tema? Subscreva a nossa newsletter e as nossas notificações para que nada lhe passe ao lado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.