A exposição de chapelaria vai percorrer modelos desde a Banda Desenhada, ao Cinema passando pela Televisão. Com 17 figuras de tamanho real como o Lucky Luke, o Peter Pan ou o Nody e 33 réplicas de chapéus como o do Pinóquio, o do Zorro, o do Capitão Haddock ou até o do Pateta, a exposição promete alegrar miúdos e graúdos.

No decorrer da exposição, no dia 28 de julho, no 8ª Avenida, decorrem ateliers culturais e pedagógicos, para o público mais jovem e famílias com oficinas e jogos “Ao Passado Tira-se o Chapéu” e “Meu Herói, Meu Chapéu”.

De forma divertida e interativa os visitantes são convidados a descobrir o processo de fabrico dos chapéus de feltro, desafiando a sua criatividade. Os ateliers são de entrada livre.

Da parte da manhã de dia 28 de julho, decorre o atelier “Ao Passado Tira-se o Chapéu”, entre as 10h30 e as 11h30, a equipa de animadores vai fazer uma breve a apresentação da história dos chapéus na cidade de São João Madeira com a visualização de imagens que mostram a evolução e diversidade dos chapéus. Durante o atelier, crianças entre os 4 e os 12 anos vão poder criar em folhas A3 a história do seu chapéu.

Da parte da tarde, entre as 16h30 e as 17h30, o atelier “Meu Herói, Meu Chapéu” vai abrir uma animada conversa sobre os heróis infantis como o Homem Aranha, o Super Homem, o Robin dos Bosques ou o Batman. No final os mais pequenos vão decorar o seu molde de chapéu preferido para o seu super herói com diferentes materiais.

A exposição é uma parceria com a Câmara Municipal de São João da Madeira e com o Museu da Chapelaria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.