A notícia é avançada hoje pelo Jornal de Notícias. São cerca de 90 euros por aluno por ano que os pais perdem no IRS. Ou 225 euros, caso seja adquirido um computador.

Segundo o referido jornal, as famílias portuguesas perdem esse dinheiro ao não poderem deduzir no IRS despesas de formação e educação, como a compra de material escolar, que ronda os 300 euros anuais por estudante.

A Associação para a Defesa do Consumidor acusa o Estado de estar a reter 180 milhões de euros que pertencem aos contribuintes.

393 euros este ano

As famílias portuguesas vão gastar, em média, 393 euros com o material escolar no regresso às aulas, valor que tem diminuído desde 2015, segundo dados recentes de um inquérito realizado anualmente por uma empresa de crédito pessoal.

O valor é apontado como o mais baixo desde 2013. Este ano há também uma previsão de redução nos gastos das famílias dos alunos do 1º ciclo do ensino básico, uma vez que os manuais escolares serão gratuitos nas escolas públicas para todos os anos deste nível.

O Orçamento do Estado para 2017 estabeleceu que, no ano letivo 2017/2018, haverá manuais escolares gratuitos do 1º ao 4º ano nas escolas públicas. Ao todo serão cerca 1.500.000 de livros (quatro por ano em quatro anos letivos para cerca de 375.000 alunos).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.