Segundo a Câmara de Mértola, num comunicado enviado à agência Lusa, as ações de formação e consultoria colaborativa vão ser ministradas aos educadores de infância no âmbito do projeto "Referenciação Precoce - Porque o Futuro Começa Hoje", elaborado pela Equipa Local de Intervenção Precoce dos dois concelhos alentejanos.

O projeto, que irá abranger todos os educadores de infância a exercer funções em instituições privadas e públicas nos dois concelhos, deverá arrancar em outubro deste ano e terminar em junho de 2017.

De acordo com o município, o projeto visa promover "uma maior capacitação dos educadores de infância" na área do desenvolvimento e do comportamento da 1.ª infância para "compreenderem a importância e as implicações de uma referenciação tardia de crianças com problemas de desenvolvimento".

Através do projeto, refere a autarquia, a equipa espera obter um maior conhecimento das fragilidades e necessidades dos educadores na área da intervenção precoce e uma maior capacidade para detetarem eventuais problemas de desenvolvimento e efetuarem a referenciação atempada de crianças com problemas.

Já aprovado pela Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do programa "Qualificação das Novas Gerações, Educação Especial - 2016", o projeto vai ser promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Mértola e pelo Lar Jacinto Faleiro em Castro Verde, tendo como parceiros várias entidades locais e nacionais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.