Durante o confinamento em Itália, Gianluca Pagliara, de 23 anos, lançou um desafio a si próprio: aprender algo novo durante a pandemia.

Gianluca é estudante de Ciência de Dados na Universidade de Milão-Bicocca com bacharelato em Ciências da Computação pela Universidade de Bari. Apaixonado por tecnologia e desenvolvimento de software, decidiu aprender a desenvolver jogos.

Mas também estava determinado a fazer a sua parte na luta contra a COVID-19. Por estas razões, desenvolveu o jogo "Guerra Invisível". O conceito do jogo é lembrar às pessoas como algumas práticas podem ajudar a impedir a propagação dos vírus, no ecrã, mas também na vida real.

O jogador é um médico que deve higienizar todos os locais (como por exemplo, um hospital). Para atingir esse objetivo, possui várias armas e habilidades, inspiradas nas diretrizes para combater a propagação de vírus.

Sabão, máscaras faciais ou vacina são alguns exemplos de armas. Algumas habilidades são lavagem das mãos ou distribuição de máscaras faciais para se proteger dos inimigos.

O jogo, disponível na Play Store, é uma homenagem aos heróis desta pandemia, nomeadamente os profissionais de saúde que estão na linha de frente contra o vírus. Mas também é uma forma de apoiar a Organização Mundial da Saúde no combate à COVID-19. Inclusive, metade das receitas será doada ao Fundo de Resposta de Solidariedade COVID-19 da OMS.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.