Inchaço, vermelhidão e dor são alguns dos sintomas da mastite que se instalam no peito, quase sempre nas primeiras semanas após o parto. Esta inflamação da glândula mamária pode ser infeciosa devido ao entupimento dos ductos mamários (os canais onde passa o leite). Estes sintomas tendem a aparecer em apenas uma das mamas. Ao inchaço e à dor junta-se a febre e um mal-estar geral que tornam o ato de amamentar muito doloroso. Um desconforto que, aliado ao receio de passar a infecção para o bebé, faz com que muitas mulheres desistam de amamentar. No entanto, não existem motivos para tal pois não existe qualquer risco de infetar o bebé e, no máximo, o leite fica com um sabor diferente.

Mastite infeciosa
Na mastite infeciosa, as bactérias que existem na pele da mulher ou na boca do bebé, penetram na glândula mamária através de uma lesão na pele da mama ou através da abertura dos ductos mamários, no mamilo. Uma vez nos tecidos internos da mama, as bactérias multiplicam-se, causando muita dor e obstruindo a passagem do leite.

Mastite por entupimento do canal do leite
A inflamação pode dever-se a uma consequência de leite acumulado nos ductos, por isso o melhor é conseguir retirar o excesso de leite acumulado.

Tratamento para a mastite
Mal tenha os sintomas o ideal é consultar um médico, pois se for infeciosa será necessário tomar um antibiótico, que deve ser tomado de acordo com as indicações específicas.
Tratar a mastite é importante para prevenir certas complicações como os obsessos mamários, que são pequenos nódulos que requerem drenagem cirúrgica. É ainda possível que se volte a repetir após um segundo parto. Por norma, o tratamento tem a duração de duas semanas caso haja necessidade de tomar um antibiótico. Se os sintomas não desaparecerem o melhor será voltar a procurar o seu médico pois existe uma forma rara de cancro da mama, que se manifesta através de vermelhidão e inchaço, podendo inicialmente ser confundida com a mastite. A mulher pode ainda adotar uma série de cuidados que acabam por aliviar as dores, como a aplicação de compressas mornas sobre o peito e a ingestão de líquidos.

Prevenir a mastite
Existem alguns gestos que ajudam a prevenir a mastite e a atenuá-la quando se está a amamentar:

- Esvazie completamente a mama antes de passar para a outra.

- Na próxima refeição do bebé, comece pela mama que deu em último.

- Retire o leite com uma bomba própria se sentir o peito demasiado cheio e se ainda faltar muito tempo para a próxima refeição do bebé.

- Não amamente sempre na mesma posição.

- Não deixe o seu bebé usar a mama como chupeta.

- Use um sutiã reforçado, adequado ao seu peito.

- Aplique um creme nutritivo próprio para os seios prevenindo as estrias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.