Um dos motivos para que ele possa não estar ainda a mostrar grande excitação é o facto da gravidez ainda não ser muito real para ele. Ele não sente as suas alterações físicas e emocionais e não há ainda prova física da existência de um bebé. Até surgirem sinais evidentes da gravidez – quando o bebé começar a mexer-se ou quando a barriga ficar espetada – ele verá apenas uma versão mais cansada e, quem sabe, mais piegas da sua companheira. "Para que ele se envolva, terá de ajudá-lo a estabelecer uma ligação com o bebé", sugere Colette Bouchez, autora de "Your Perfectly Pampered Pregnancy." Veja em seguida as suas melhores sugestões:

• Peça ao seu companheiro que a acompanhe nas consultas pré-natais. Diga-lhe que muitos futuros pais o fazem e que não será provavelmente o único homem na sala de espera. Tente conciliar as horas das consultas com o seu horário de trabalho. Mesmo que ele não consiga estar presente em todas as consultas, encoraje-o a ir pelo menos à primeira, já que poderá responder às perguntas do médico sobre potenciais riscos genéticos e obter uma boa perspectiva do que irá acontecer nos próximos tempos.

• Antes da consulta seguinte, incentive-o a pensar numa ou duas perguntas para fazer ao médico.

• Dê prioridade à vossa vida como casal. Planeie uma saída à noite, cozinhe o seu prato favorito, vá almoçar com ele. "Ele precisa de saber que ainda é importante para si, apesar de passar horas a falar do bebé com os amigos e a família", diz Bouchez.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.