Sim, todas as grávidas gostam de se manter atraentes mas não vale a pena infernizar-se com o aumento de peso. Claro que deve fazer uma alimentação saudável. Claro que deve preocupar-se com a forma. Mas não se deixe dominar por essas preocupações. “É normal ser surpreendido pelo aumento de peso na gravidez, até porque parece demasiado grande num tão curto período de tempo”, afirmou a psicoterapeuta Maggie Baumann ao Parents.com. “Mas não entre em pânico, e lembre-se: os quilos da gravidez podem ser uma experiência positiva”, sublinhou a norte-americana.

Não há um peso ideal para ter ao longo da gravidez. “Depende principalmente do índice de massa corporal pré-gestacional (IMC) da mãe”, explicou Patricia Lo, obstetra e ginecologista do Memorial Care Saddleback Medical Center, da Califórnia. “Para as mulheres com um IMC normal (18,5 a 24,9), recomendam-se cerca de 11,3 a 15,9 quilos a mais”.

Já as mães abaixo do peso têm um pouco mais de liberdade – podem aumentar entre 12,7 e 18,1 quilos. Mulheres com excesso de peso (com um IMC entre 25 e 29,5) podem aumentar cerca de 6,8 a 11,3 quilos, e as que sofrem de obesidade (e cujo IMC é de 30 ou mais) só 5 a 9 quilos, diz Lo. Numa gravidez de gémeos, o peso será, obviamente, maior.

Embora seja rápido, especialmente durante os dois últimos trimestres, o aumento de peso pode ser uma experiência positiva.

Vantagens do peso na gravidez

  1. É importante para o bebé. A criança precisa desses quilos para se desenvolver, para crescer grande e forte. “As mães que não ganham peso suficiente correm mais riscos de ter um bebé prematuro ou com baixo peso, e isso pode desencadear problemas na saúde da criança, nomeadamente problemas respiratórios, cardíacos e digestivos, na altura do parto e até mais tarde”, esclarece Kathleen M. Rasmussen, professora de ciências nutricionais da Cornell University.
  2. Pode culpar as hormonas. É a velha história dos “desejos da grávida”. Mas a verdade é que, durante a gravidez, as hormonas fazem com que certos alimentos apresentem um sabor incrível. O seu corpo entra em modo de armazenamento, transformando as calorias extra em reservas de gordura a serem usadas mais tarde, como forma de alimento para o bebé.
  3. O seu decote vai causar inveja. “Pode contar com cerca de dois quilos a mais nos seios, devido ao aumento de líquidos, inchaço dos tecidos e produção de leite precoce”, revela James E. Ferguson, professor e chefe do departamento de obstetrícia e ginecologia da Universidade de Virgínia.
  4. Esse rabo grande vai desaparecer. Saber que as mudanças físicas são temporais ajuda. “Pensar que ter a melhor parte do corpo de Jennifer Lopez durante alguns meses pode ser divertido!”, refere outro especialista.
  5. Pode perder o excesso de peso rapidamente. No momento do parto, a grávida pode perder até 5 quilos – contando com o bebé, o líquido amniótico e a placenta. Algumas semanas mais tarde, as hormonas começam a regular-se, permitindo que o corpo liberte o peso que estava a reter e ataque as reservas de gordura. “Desde que não tenha ganho muito peso, fazer exercícios corretos e moderados ajudará a alcançar a antiga forma sem grandes sacrifícios”, defende Kathleen Rasmussen.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.