Setembro é o mês do regresso às aulas e às rotinas. Este período é vivido com alguma excitação e ansiedade pelas crianças e adolescentes. Nesta fase, os pais costumam enfrentar alguns desafios, pelo que se seguem alguns conselhos que podem ser úteis na hora de organizar o reinício do ano letivo.

Regularizar o sono

Após umas férias “grandes” é fundamental que as crianças regularizarem gradualmente o horário do sono. Em idade escolar, devem dormir 8-10 horas por noite, pelo que se devem deitar a horas que lhes permitam um acordar tranquilo.

Promover uma alimentação saudável

O dia deve começar com um pequeno-almoço equilibrado, que deve incluir laticínios, pão/cereais e fruta. Os lanches, a meio da manhã e da tarde, devem incluir snacks saudáveis e saborosos, de forma de evitar o consumo, no bar, de alimentos mais “apelativos”, mas mais calóricos e menos saudáveis. Podem optar por sandes de queijo, fiambre ou manteiga, leite simples ou iogurte e fruta. Devem evitar-se bolos, alimentos processados e bebidas açucaradas. O almoço deve incluir sopa, um prato principal (carne/peixe, legumes/salada e arroz, massa, batata) e uma peça de fruta. As crianças devem levar uma garrafa de água, que devem ir bebendo ao longo do dia. Os pais podem rever com elas a roda dos alimentos e divertir-se a programar refeições saudáveis, variadas e apelativas. Se existir alguma alergia alimentar, esta deve ser comunicada à escola.

Escolher uma mochila adequada

É essencial a escolha de uma mochila adequada: alças largas e acolchoadas, que devem ser ajustadas ao tamanho da criança, com a parte de trás também acolchoada e, idealmente, com cinto. Os pais devem ajudar os filhos a organizar a mochila na véspera e selecionar apenas o material necessário para o dia seguinte. Segundo a Academia Americana de Pediatria, o peso da mochila cheia não deve ultrapassar 10-20% do peso da criança.

Orientar o estudo e o uso de tecnologias

É importante criar o hábito de realizar os “trabalhos de casa” no final do dia. Crie um ambiente adequado: mesa de trabalho, local bem iluminado, sem ruído (sem televisão, telemóvel ou tablet) ou outras fontes de distração. Apoiem os vossos filhos na realização dos “TPC”, mas recordem-se que não devem estudar por eles.

Evitem colocar televisão ou computador no quarto dos vossos filhos. Se eles já tiverem telemóvel, devem seguir a regra de o desligar na hora de estudar e dormir. Realço a importância de os acompanharem no âmbito das novas tecnologias e internet, de modo a poderem orientá-los adequadamente no seu uso.

Estimular atividades extracurriculares

As atividades extracurriculares podem trazer muitos benefícios para o bem-estar físico e emocional das crianças, além de promoverem a interação social e a disciplina. A prática de um desporto pode prevenir a obesidade e promover o desenvolvimento físico, mas a música ou a aprendizagem de uma língua estrangeira são, entre outras, igualmente importantes. O ideal é que a criança opte por uma atividade que lhe dê prazer.

Fomentar momentos de diálogo

O final do dia em casa ou a hora do jantar em família devem proporcionar momentos de conversa sobre o dia na escola e, assim, permitir aos pais perceber a existência de eventuais problemas ou receios dos filhos.

Vigiar a saúde

Aproveitem o início do ano letivo para fazer um rastreio auditivo e visual e verificar se o programa nacional de vacinação está atualizado. O pediatra assistente tem um papel fundamental neste processo e pode também ajudar a estabelecer hábitos de vida saudáveis e na promoção da saúde.

Um artigo da médica Susana Nobre, pediatra no Hospital CUF Coimbra.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.