As crianças sofrem em média quatro episódios de dores de estômago por ano, mas apenas um em cada dez pais ou mães descobre a causa dessas dores. A situação, detetada num novo estudo da Milk Company, empresa de laticínios britânica, faz com que muitas famílias recorram aos pediatras mais vezes do que seria necessário (95% dos pais diz que os filhos já tiveram fortes dores de estômago e um quarto garante ter ido ao médico três ou mais vezes por ano para resolver esse problema).

Consumir muito açúcar (em alimentos e bebidas), estar sentado durante muito tempo e sofrer de obstipação são algumas das causas prováveis. Se o estômago estiver inchado e a criança tiver febre, é preciso consultar um médico. No entanto, se a dor não for acompanhada por outros sintomas mais graves, há coisas que os pais podem fazer em casa para ajudar.

Ao DailyMail, a terapeuta e nutricionista Eve Kalinik e a pediatra e dietista Chloe Elliott deixaram uma série de dicas para mudar os hábitos e evitar as dores de barriga dos mais pequenos.

Adoçantes artificiais

“Alguns adoçantes artificiais perturbam a flora intestinal (sobretudo o aspartame e a sacarina) e isso tende a agravar-se ao longo do tempo, diz Chloe Elliott.

Substituir por:

Snacks sem adoçantes artificiais (tais como bolos de aveia com manteiga de noz, chips de coco seco e pedaços de queijo) e utilizar pequenas doses de adoçantes naturais- puré de frutas frescas (banana, puré de maçã), frutos secos (passas, ameixas) ou mel.

Pão branco

Não há nada de errado em deixar que as crianças comam pão branco, massas e arroz, mas isso facilita as obstipações

Substituir por:

Trocar o pão branco por pão de mistura. É um bom fornecedor de fibra natural e, por ser fermentado, é uma ótima fonte de bactérias saudáveis.

Chloe Elliott dá uma dica: “Tente fazer as sanduíches com uma fatia de pão integral e uma de pão branco até que eles se habituem”. Reforçar nos legumes (por exemplo, adicionando feijão ao arroz) também ajuda.

Bebidas açucaradas e refrigerantes

“Contêm, quase todos, grandes quantidades de açúcar e alguns até têm até cafeína", avisa Chloe Elliott. Ambos são irritantes para o intestino “e podem causar diarreia, inchaço e dores de barriga”.

Substituir por:

Água ou leite. Outra ideia é juntar água a um concentrado de 100% sumo de fruta (diluir 9 partes de sumo em uma água) ou juntar à água fatias de fruta fresca ou hortelã. No Verão, pode converter estes “refrescos naturais” em gelados.

Iogurtes açucarados

O excesso de açúcar pode perturbar as bactérias intestinais e provocar dores de estômago.

Substituir por:

Um iogurte integral com frutas frescas e uma colher de mel é igualmente saboroso e muito mais saudável para a criança”, garante Kalinik, acrescentando que a fruta fresca também fornece fibra.

Computador

Estar sentado durante muito tempo em frente ao computador prejudica o processo de digestão. “Antes de mais porque aumenta o tempo necessário para o alimento atravessar o intestino, causando prisão de ventre e dor”, explica Eve Kalinik.

Substituir por:

Ponha a criança a mexer-se. Quanto mais ela o fizer, mais a comida circula.  “Os miúdos com menos de 5 anos que andam pouco devem fazer atividades que fortaleçam a barriga, como por exemplo a natação”, diz Eve Kalinik. Para os mais velhos, o ideal seriam três horas diários de atividades como jogar à bola, correr no parque, escalar e caminhar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.