Embora o tempo que passa a brincar com o bebé seja fundamental para o seu desenvolvimento (e, para muitos pais, o momento mais feliz do dia), a sua capacidade de brincar sozinho — mesmo que apenas alguns minutos de cada vez — também é importante, pois ajuda a desenvolver a auto-suficiência e a confiança, competências que virão a revelar-se preciosos atributos ao longo da vida.

Contudo, "brincar sozinho" não significa deixar o bebé no chão e sair do quarto. Comece por deixá-lo brincar sozinho fornecendo-lhe alguns brinquedos e iniciando a actividade. Quando ele já estiver distraído, saia do seu campo de visão. (Em primeiro lugar, certifique-se de que se encontra numa zona segura como, por exemplo, um parque para criança ou uma sala adaptada ao bebé.) Resista à tentação de intervir para apanhar os brinquedos que caem ou para mostrar ao bebé como funciona cada brinquedo. Deixe-o descobrir sozinho. Volte para ao pé dele quando demonstrar sinais de frustração ou irritação.

À medida que o bebé vai crescendo e interagindo cada vez mais com toda uma variedade de brinquedos, poderá deixá-lo sozinho, sob vigilância, durante períodos mais prolongados. Isto não só constitui uma vantagem no seu desenvolvimento, como também é útil para si, pois conseguirá alguns minutos adicionais por dia para cuidar de si.

Recomendamos que veja também:

O seu bebé tem 7 meses, Primeira semana
Quem toma conta da criança
O seu bebé está feliz?
Alimentar o bebé fora de casa
Pequenas sestas ajudam-me a chegar melhor ao final do dia?
O que fazer quando o bebé não dorme a sesta

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.