O aparecimento dos primeiros dentinhos não é um momento muito agradável para o bebé, nem para os pais. Se uma erupção dentária dura cerca de oito dias e o bebé terá 20 dentes aos três anos, as crianças terão potencialmente 160 dias pouco agradáveis.

Os dentinhos desenvolvem-se na boca, formam-se no interior dos ossos dos maxilares e deslocam-se progressivamente para fora dos mesmos. Em seguida, atravessam a gengiva e continuam até toda a coroa do dente ficar visível. Este processo pode causar desconforto ao bebé, pelo que é importante estar atento às suas queixas.

O surgimento da primeira dentição começa geralmente por volta dos seis meses. No entanto, cada bebé vive esta fase de forma independente, pelo que a sua duração é variável, logo não precisa de se preocupar se a sua criança estiver ligeiramente adiantada ou atrasada.

A data de erupção dos primeiros dentes não tem qualquer relação com o restante desenvolvimento da criança. Em geral, as erupções dentárias duram até aos três anos de idade: a dentição do bebé inclui então 20 dentes (10 por arcada dentária).

Durante todo o processo de desenvolvimento, surgem sintomas que variam de criança para criança. Se apresentar alguns destes sintomas, talvez seja um dente que está a nascer:

- Choro e irritabilidade, provocados pela dor;

- Gengivas doridas e inchadas;

- Salivação mais abundante (e tendência a meter os dedos ou objetos na boca);

- Perda de apetite;

- Bochechas vermelhas, muitas vezes apenas do lado da erupção dentária;

- Dificuldades em adormecer, e, nalguns casos, sono agitado.

Muitas vezes, o bebé pode manifestar outros sintomas, como febre ligeira (inferior a 38ºC), dermatite da fralda, distúrbios digestivos (cólicas e diarreia), entre outros. Se o seu bebé manifestar alguns destes sintomas durante mais de três dias, consulte o seu médico para excluir qualquer outra causa.

Camilia® é um medicamento homeopático indicado para os sintomas associados ao nascimento dos primeiros dentes. Através da sua ação local e sistémica, Camilia® vai atuar não só a nível da dor nas gengivas, mas igualmente na febre, diarreia, irritabilidade e sono agitado que o bebé possa sentir. Trata-se de uma solução oral sem qualquer constituinte nocivo conhecido para o bebé, sem açúcar e sem sabor.

Todas estas pequenas contrariedades são desagradáveis, mas normais. A erupção dentária é um processo natural durante o desenvolvimento do bebé. A primeira ocorre, na maioria das vezes, entre os seis e os 16 meses.

Existem, no entanto, soluções que aliviam os sintomas deste processo que através da sua ação local e sistémica, atuam não só ao nível da dor nas gengivas, mas igualmente na febre, diarreia, irritabilidade e sono agitado do bebé. Consulte a sua farmácia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.