Uma senadora irlandesa terá apagado uma publicação que fez na sua conta de Twitter na qual revelava que Meghan Markle tinha ficado agradada com o resultado do referendo feito no país sobre o aborto, a partir do qual a interrupção voluntária da gravidez foi legalizada, noticia o The Irish Times.

Apesar dos membros da família real inglesa procurarem sempre manterem-se imparciais em público perante questões políticas, a duquesa de Sussex 'fugiu' à regra ao fazer um comentário no qual apoiava o direito ao aborto.

O comentário ao assunto terá sido feito na passada terça-feira, durante uma conversa com Catherine Noone.

Na publicação em questão, Catherine referia: “A duquesa e eu tivemos uma conversa sobre os resultados do referendo – ela viu com interesse e ficou agradada com o resultado”, disse, acrescentando mais à frente: “Devo dizer que ela parecia satisfeita – estava interessada e muito equilibrada, mas não de uma maneira política”.

De recordar que o 'sim' ganhou os votos com uma percentagem de 66,4%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.