Toy esteve no centro da polémica na passada semana depois de ter feito algumas declarações sobre a liberalização da cannabis num dos 'Diários' de 'Big Brother - Duplo Impacto', onde tem papel de comentador.

Agora, depois das várias críticas de que foi alvo, o cantor resolveu em direto esclarecer o tema.

"Falei aqui na cannabis e falei aqui nos antidepressivos, e não tem nada a ver uma coisa com outra. Eu não disse nada daquilo que eu li nas revistas", garante.

Em seguida, Toy resolveu deixar uma palavra ao psiquiatra Gustavo Jesus - que fez duras críticas ao cantor nas redes sociais.

"Quero dar um abraço ao Gustavo Jesus, ao psiquiatra que primeiro criticou e depois percebeu afinal que não era assim porque eu expliquei o que tinha dito", atirou.

"O que eu disse foi, os antidepressivos são medicamentos agressivos e têm de ser bem administrados e acompanhados, e aproveitei, em atalho, para dizer que achava uma hipocrisia que a cannabis seja proibida ainda. São coisas distintas e separadas", esclarece, deixando claro que não quis comparar os dois temas e que "não quis de forma nenhuma aligeirar" o tema depressão.

"É muito triste que as pessoas tenham um problema de mau entendimento ou um problema de otorrino… Estou completamente a favor da liberalização da cannabis, sempre. Porque acho que é uma hipocrisia não ser liberalizada. A questão das doenças mentais é outro assunto", termina.

Veja aqui as declarações de Toy.

Leia Também: Psiquiatra tece duras críticas a Toy: "Extremamente inacreditável"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.