Tânia Ribas de Oliveira lamentou a morte do artista João Cutileiro na sua conta de Instagram prestando-lhe a devida homenagem.

"5 de Janeiro. Morreu João Cutileiro, um dos maiores - senão mesmo o maior - escultor e artesão de mármore português", começa por referir.

"Um ano com apenas 5 dias e já vimos partir dois símbolos ímpares da cultura portuguesa. João Cutileiro tinha 83 anos, deixa uma obra absolutamente incomparável", nota.

Recorde-se que o fadista Carlos do Carmo também morreu no passado dia 1 de janeiro.

Leia Também: Guitarras e saudade no último (e emocionado) adeus a Carlos do Carmo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.