Mafalda Rodiles esteve esta terça-feira no programa 'Goucha' para em conversa com o apresentador Manuel Luís Goucha recordar as alguns dos mais marcantes acontecimentos da sua vida.

Conhecida pela forma como venceu os distúrbios alimentares e se tronou uma inspiração para muitas mulheres por aceitar o seu corpo tal como é e conseguir estabelecer uma relação saudável com a comida, Mafalda fez questão de recordar o percurso sinuoso que fez até chegar à estabilidade.

A atriz começou a sofrer de distúrbios alimentares aos 15 anos, depois de ter recebido uma resposta negativa de uma agência que procurou em busca do sonho de ser atriz. Mafalda foi aconselhada a emagrecer e foi o que tentou fazer... passando dias sem comer.

"Apercebi-me que tinha transtornos no Brasil. Percebi que não era normal porque se comprasse um frango ou um queijo inteiro, eu comia tudo quando chegava a casa", explica, referindo-se à época em que se mudou para o Brasil para estudar e viver sozinha pela primeira vez.

"Comecei a ir ao supermercado todos os dias e a comprar a porção para aquele dia, senão eu comia tudo. Se comprasse seis iogurtes, eu comia os seis. Tinha compulsão alimentar", continua.

"Comia imenso e depois no dia seguinte não comia nada. Estava sempre a pensar em calorias", recorda ainda.

Mais tarde, depois de engravidar, já com 30 anos, Mafalda procurou ajuda e com a terapia e muita força de vontade passou a ver o seu corpo de forma saudável.

Reveja aqui o testemunho da atriz, que hoje é mãe de Mel e Martim.

Leia Também: Covid-19. Mafalda Rodiles e filho estiveram infetados e já tiveram alta

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.