Rui Baptista foi um dos concorrentes do 'Big Brother' que este domingo, dia 3 de outubro, abandonaram o reality show da TVI. No entanto, ao contrário do que aconteceu com Lourenço, que foi expulso por decisão do público - foi o menos votado para salvar -, a saída do bartender foi 'assinada' por Rui Pinheiro, líder da casa.

"Não foi surpresa e não posso criticar o Rui. Se fosse ao contrário teria feito o mesmo", começou por garantir o agora ex-concorrente quando questionado sobre o assunto durante uma conferência para jornalistas.

Na visão do entrevistado, Rui Pinheiro era um concorrente forte, e encontrava nele pontos em comum no que dizia respeito aos "egos fortes". A sua ideia era de que ambos pudessem chegar à final do jogo, e, então aí, sim, tinha maior gosto em derrotá-lo, mais do que nesta fase. Contudo, as coisas acabaram por correr de outra forma.

Melhor do que a final? O respeito e a consideração do público

A saída de Rui Baptista está a ser considerada "injusta" por muitos seguidores na conta oficial de Instagram do 'Big Brother'. Estas são reações que agradam ao entrevistado, uma vez que a opinião do público sempre foi muito importante para si.

"Deixa-me muito satisfeito saber que pessoas não ficaram contentes com a minha saída e que a consideraram injusta, que eu era um jogador essencial e que fazia falta à casa", afirmou com um sorriso no rosto.

"Acusavam-me de ser jogador e era das pessoas mais verdadeiras. Eu e o Fábio nunca combinámos nomeações e sei que outras pessoas na casa fizeram o contrário. Queria pensar por mim, fazer as minhas escolhas. Saio extremamente satisfeito pela minha prestação. Isso para mim é, sem dúvida, o mais importante", completa.

E agora, quem vai sair?

Estando nomeados Ana Barbosa, Ana Morina, Débora João, Maria da Conceição e Rafael, Rui considera que o próximo a sair será "Rafa", como trata carinhosamente.

"Não seria a pessoa que eu gostava que saísse, apesar de saber que ele se excede um pouco nas coisas que diz. Por outro lado, vi que o Rafa tem um bom coração. Sei que não diz as coisas com maldade, mas isso também não é desculpa. Pode não estar tão bem visto como os outros", justifica.

"Se fosse eu a poder escolher seria a Débora. É uma excelente miúda, das pessoas mais educadas dentro da casa. (...) É difícil lidar com ela porque faz coisas sem sentido, acaba por ser cansativa. Fazia um comentário, eu respondia, mas depois voltava a dizer a mesma coisa e já estava a ser ignorada", lembra.

Já em relação a Ana Morina, por exemplo, o entrevistado considera que além de esta ser "atriz", está a "desempenhar um bom papel".

Por seu turno, Fábio foi uma das pessoas com quem mais se identificou. "Gostava que fosse o mais forte, não sei se será ou não. Revejo-me muito nele. É inteligente, bem educado, tem um bom coração. Acho que é dos jogadores mais justos", elogiou.

Bruno foi outras das pessoas evidenciadas nesta conversa, com Rui a considerar que este é o concorrente que talvez "consiga aguentar menos o jogo". "Podia agir de maneira diferente em diversas situações. É queixinhas. Não lhe tiro a razão na questão da comida. No entanto, temos de nos adaptar. Quanto mais tempo passar acho que cada vez mais será difícil essa adaptação".

A avó e a mãe - o grande motor na vida Rui Baptista

Rui Baptista ainda teve a oportunidade de nos contar que a principal razão que o levou a entrar no 'Big Brother' foi a avó, de maneira a "entretê-la". "Ter esta oportunidade única de uma avó ver o neto na televisão. Tenho a certeza de que deve estar orgulhosa de mim", sublinha.

"Enquanto estive no programa quem ficou com a minha avó foi a minha mãe. Acho que o António está equivocado sobre mim, porque não sabe nada da minha vida. Tenho coisas más na vida, como toda a gente. Tive a oportunidade de falar sobre as minhas", nota, relembrando a época em que foi acusado de se fazer de "coitadinho" pelo colega da casa.

Aliás, Rui acabou por confidenciar uma informação que ainda não era pública. Este contou-nos que na segunda semana de participação na casa recebeu a notícia de que a avó, de 80 anos, e de quem ficou a cuidar depois de os seus dois tios e avô terem morrido, tinha sofrido uma queda, ficando seriamente ferida.

"A minha avó deu uma queda muito forte, partiu a clavícula. Neste momento está com um colete cervical e tem uma longa recuperação", sublinhou.

"Não morreu e ainda bem, mas não deixou de ser uma notícia grave que mexeu comigo. Era uma coisa que me preocupava bastante e que eu preferi fechar-me e não contar a ninguém", disse, notando que era nisto que pensava nos seus momentos de introspeção.

"Não há mais nenhum homem na família e acabo por ter esse efeito protetor para com elas. Não conseguia descansar de todo", revela.

A dura perda do pai aos 22 de anos de idade

"Foi o pior momento da minha vida, sem dúvida": foi desta forma que Rui Baptista começou por definir o momento em que soube que o pai tinha apenas três meses de vida devido a um diagnóstico de cancro.

"Acho que muito dificilmente posso ter um momento pior. A forma como perdi o meu pai foi muito dura. Quando o perdi tinha 22 anos. Era um miúdo que não sabia das responsabilidades da vida e de repente caíram-me em cima", lembra, com a voz embargada.

"Os médicos chamaram-me à parte no hospital para me dar a notícia de que ele tinha três meses de vida, mas nunca achei que ia morrer, sempre achei que ia dar a volta. Efetivamente não conseguiu superar e acabou por morrer 27 dias depois", conta, afirmando que nesse momento estava à espera para fazer uma visita ao progenitor nos cuidados intensivos.

"A minha mãe não arranjou mais ninguém e até hoje continua apaixonada por ele", garante.

Foi a partir daqui que Rui decidiu assumir a responsabilidade de tomar conta da avó (mãe do pai) e da mãe, mesmo que para isso tenha de colocar em 'stand by' a sua vida. Aliás, o entrevistado disse-nos que é ele quem cuida da avó, sendo que no tempo em que esteve no programa pediu à mãe para ficar com ela.

O futuro

Rui Baptista garante que não tem medo de trabalhar e que está disposto a aceitar diversas propostas de trabalho, desde que façam sentido.

"Sou uma pessoa que está aberta a tudo, sempre fui trabalhador. Não deixo de fazer seja o que for, mesmo que não seja a minha área ou mais difícil", completou.

Leia Também: Lourenço e Rui Baptista expulsos do 'Big Brother'. Eis os novos nomeados

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.