A história de amor da rainha Isabel II e de Filipe, que estão casados desde 1947, foi marcada pelos mais diversos momentos. Um deles, segundo o novo livro 'Long Live the Queen! 13 Rules for Living from Britain's Longest Reigning Monarch', foi quando a monarca britânica levou o companheiro a abandonar o vício em tabaco.

Este foi um dos pedidos que sua majestade fez ao duque de Edimburgo pouco tempo antes de se casarem. Algo compreensível tendo em conta que o pai da rainha, o rei George VI, era fumador, facto que prejudicou gravemente a sua saúde quando foi diagnosticado com um cancro do pulmão.

Bryan Kozlowski, autor do livro, afirmou que Filipe cumpriu a sua promessa, deixando de fumar exatamente no dia do casamento. "Antes um fumador compulsivo, o Filipe foi de uma eficiência fenomenal, passando de um maço por dia para uma desistência abrupta".

Entretanto, não se sabe se alguma vez acabou por ter uma recaída, mas lá que o esforço foi admirável, lá isso foi.

Leia Também: Rainha Isabel II vai ao 1.º compromisso fora do palácio... sem máscara

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.