Não é segredo para ninguém que o casamento do príncipe Carlos e de Diana de Gales não foi nenhum conto de fadas - ao contrário do que a realeza britânica queria dar a entender. O casal surpreendeu quando anunciou a separação em 1992, tendo sido o divórcio concluído em 1996. Contudo, sabe-se agora que os problemas começaram muito antes.

A biógrafa real Ingrid Seward explicou à Us Weekly que Carlos "sentiu que tinha sido forçado a casar-se" pelo pai, o príncipe Filipe.

"Ele disse a alguns amigos que se sentia pressionado a casar-se com Diana porque o Filipe disse: 'Ou casas com ela ou deixa-la ir. Não podes prender uma jovem. Ela só tem 19 anos. Não a podes prender muito mais", afirma Ingrid.

"Com toda a imprensa a dizer, 'esta irá ser a próxima rainha'. Tens de tomar uma posição e dizer que isto não vai resultar ou casas", aconselhou ainda o duque de Edimburgo.

Carlos, ficando assustado com estas palavras do pai, decidiu então fazer o pedido e ir em frente com a união.

Leia Também: Príncipe Carlos fez comentário "ofensivo" sobre Diana dias após a morte

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.