O príncipe Carlos acredita que o escândalo sexual no qual o irmão, o príncipe André, está envolvido, é atualmente um "problema sem solução" que irá impedir para sempre o príncipe de regressar à vida pública que tinha antes.

André, de 61 anos, foi afastado dos seus deveres ligados à realeza britânica em novembro de 2019, depois das suas tentativas falhadas de tentar justificar a sua amizade com Jeffrey Epstein, acusado de pedofilia.

Esta semana o caso voltou a reacender-se depois de Virginia Roberts Giuffre, uma das pessoas que o acusou de abusos sexuais, ter decidido prosseguir com o caso para tribunal.

"Ele ama o irmão e tem empatia pelos ataques que este tem suportado", disse uma fonte próxima ao The Times of London. "Contudo, isto trará danos para a reputação da instituição que não eram desejados. Há já muito tempo que [Carlos] concluiu que este é, provavelmente, um problema sem solução", disse ainda.

Recorde-se que, atualmente, o príncipe André encontra-se a viver com a mãe, a rainha Isabel II, no Castelo de Balmoral, na Escócia.

Leia Também: Mulher que acusa príncipe André de abuso sexual avança com processo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.