Bruno Savate esteve esta segunda-feira, dia 10, à conversa com Manuel Luís Goucha. O ex-concorrente da 'Casa dos Segredos' e 'Big Brother' abriu o coração para contar a história da sua vida e recordou até uma dos períodos mais delicados pelo qual passou.

Emocionado, Savate falou sobre a morte do sue gato Rocky.

"Ele era um irmão, era um pai, era a minha família... era tudo para mim", diz ao lembrar os nove anos em que o animal de estimação foi a sua companhia.

Rocky morreu nos braços do dono e deixou no seu coração uma tristeza profunda, que acabou por culminar numa depressão.

"Foi uma fase difícil que estava a viver na minha vida", conta.

"Cheguei a dizer muitas vezes que preferia ter sido eu a morrer do que o meu gato. Dava a vida pelo meu gato, sem dúvida nenhuma", assegura um dos mais famosos ex-concorrentes dos reality shows da TVI.

"Mudei única e exclusivamente porque o meu gato morreu. Não vou estar aqui a mentir nem a ser falso", garante ainda, explicando que foi esta dolorosa perda que o transformou numa pessoa mais calma.

"Parte de mim morreu com o meu gato", completa.

Atualmente, Bruno tem outros dois gatos e, garante, é para os animais que vive.

Leia Também: Bruno Savate nega ter traído Joana Albuquerque. "É completamente mentira"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.