Patrick Holford é autor de mais de 27 livros, tais como A Bíblia da Alimentação, Vencer as Doenças Cardíacas (que se tornaram bestsellers) e Vencer o Cancro, publicado no nosso país pela editora Lua de Papel. Os seus programas alimentares são considerados revolucionários, assim como a noção de que as doenças mentais podem ser prevenidas e tratadas através da ciência nutricional. Quer converter-se?

No seu livro Vencer o Cancro afirma que «todos nós temos cancro». O que significa esta frase?

O cancro acontece quando as células agem de forma diferente do que seria esperado. É como se fosse uma espécie de revolução, em que um grupo de células inicia um motim e adopta um comportamento independente.

Mas todos nós produzimos células cancerígenas e o aparecimento dessas células é muito comum. O que se passa é que o sistema imunitário de uma pessoa saudável consegue detectar e eliminar essas células cancerígenas, não permitindo que se transformem numa massa cancerígena ou num tumor.

Quais são os principais carcinogéneos com que convivemos?

Enquanto os oxidantes (como o fumo do cigarro ou os alimentos fritos) são carcinogéneos directos, a minha preocupação está mais dirigida para elementos que perturbam o equilíbrio hormonal e actuam como carcinogéneos, como as dioxinas (utilizadas como pesticidas e agentes de branqueamento) e a terapêutica hormonal de substituição, entre outros.

O álcool é um carcinogéneo?

O álcool é, definitivamente, um carcinogéneo. Se a ingestão de ácido fólico for baixa ou se o nível de homocisteína (um aminoácido presente na corrente sanguínea) se encontrar elevado, bastam três bebidas por semana para que o risco de uma mulher vir a ter cancro da mama aumente.

Os antioxidantes são bons aliados na luta contra os carcinogéneos?

Os oxidantes, como o fumo do cigarro ou os fritos, são neutralizados pelos antioxidantes, que devemos incluir diariamente na nossa dieta. A vitamina C é uma das armas mais poderosas contra o fumo, enquanto a Vitamina E combate os alimentos fritos e gorduras deterioradas. Na verdade, elas trabalham em conjunto com outros antioxidantes como a glutationa, o betacaroteno e as antocianidinas.

Onde podemos encontrar esses antioxidantes de que fala?

A vitamina E existe nas sementes, frutos secos e no peixe. A vitamina C encontra-se na fruta e nos vegetais, especialmente nos brócolos e pimentos. A glutationa provém da cebola e do alho e o betacaroteno existe nas cenouras e na batata-doce. Por fim, as antocianidinas são muito abundantes nas bagas e nas uvas.


Veja na página seguinte: Devemos mesmo tomar suplementos nutricionais?

Devemos tomar suplementos nutricionais?

Recomendo que se faça uma suplementação de antioxidantes, sendo que também devemos obtê-los através da alimentação.

No entanto, o meu conselho é para que se tome um suplemento que contenha vitamina C, vitamina 107E, betacaroteno, selénio, zinco e, idealmente, glutationa e antocianidinas.

Que precauções devemos ter na toma de suplementos?

Nenhuma. Em trinta anos a trabalhar nesta área nunca presenciei uma reacção adversa e penso que os eventuais perigos de que se fala são, na generalidade, muito exagerados.

Mas aconselho sempre a que se comece com um suplemento multivitamínico de alta potência, um grama de vitamina C e também suplementos de ómega 3 e ómega 6. Se quer ter uma saúde média baixa opte pelas doses de nutrientes diárias recomendadas, mas se quer ter uma saúde melhor, acima da média, necessita de níveis mais elevados de nutrientes, níveis óptimos.

Diz que existem algumas ervas e remédios naturais que têm propriedades anticarcinogénicas comprovadas por estudos. Pode dar-nos exemplos?

Duas das minhas ervas favoritas para fortalecer o sistema imunitário são a unha de gato (Uncaria Tormentosa) e a equinácea. Mas há mais, como o alho, por exemplo. Existem 648 estudos que referem, especificamente e de forma consistente, as propriedades anticancerígenas destas ervas e estão em curso, pelo menos, uma dezena de ensaios clínicos que focam este aspecto.

Em termos de estilo de vida, o que podemos fazer diariamente para prevenir o cancro?

Deixar de fumar e não passar demasiado tempo em ambientes com fumo. Mantermo-nos em forma e controlarmos os níveis de stress. Não ingerirmos bebidas alcoólicas, fumarmos e expormo-nos ao sol sem protecção. Esta é uma combinação letal!

Em que consiste uma alimentação considerada ideal?

É aquela que inclui fruta e vegetais em abundância, bem como cereais integrais. Feijões, lentilhas, frutos secos, sementes, carne magra ou, preferencialmente, peixe. Deve evitar fritos, ingerir alimentos biológicos, se possível, e beber muita água.

Texto: Teresa d'Ornellas

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.